Colóquio Produção Audiovisual em Série acontece nesta segunda

Narrativas Novembro_2018_02

 Com o objetivo de fomentar discussões que envolvam a comunicação, audiovisual, a cultura e o jornalismo, acontece o Segundo Colóquio Produção Audiovisual em Série. Ele integra o projeto Narrativas em Movimento, que tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria. O evento será na segunda-feira, 19 de novembro, às 20h15, na Cesma, Rua Professor Braga 55.

Os debates serão realizados a partir do tema Narrativas Audiovisuais de Resistência e terá dois convidados. Inês Figueiró, roteirista e produtora audiovisual, e Axel Monsú, realizador audiovisual, idealizador do Festival Oberá em Cortos e atualmente coordenador do Instituto de Artes Audiovisuales de Misiones.  Além dos colóquios, o Narrativas em Movimento também promove workshops para as diferentes áreas do audiovisual.

Para participar é necessário realizar a inscrição até este domingo, 18 de novembro, para que seja gerado certificado. Os interessados também podem se inscrever na hora, no entanto, não será gerado certificado de participação no evento. A entrada é gratuita.

Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.

Acadêmicos de Jornalismo e Publicidade da Unijuí desenvolvem ação de incentivo à leitura  

Livrada

Com o objetivo de proporcionar uma atividade para os amantes de leitura, possibilitando a troca de livros e de dicas, os acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí criaram o Projeto Livrada. O evento acontecerá neste domingo, 18 de novembro, às 15h, em frente ao estacionamento do campus da Unijuí, integrando a programação do Domingo no Campus. Para participar basta levar um ou mais livros que deseja trocar com alguém durante o evento.

O encontro é destinado à toda comunidade. “É difícil vermos momentos culturais como esse, em que as pessoas (e, principalmente, os jovens) se reúnem apenas para conversar e trocar ideias. Além disso, devido à chegada dos livros e leitores digitais, e a agilidade que os novos tempos exigem, os livros impressos estão sendo deixados de lado. Foi pensando nisso que a ideia de realizar a ação surgiu: com o intuito de aproximar pessoas nas redes sociais offline e resgatar o hábito de ler livros físicos. Queremos que os leitores possam atualizar seu acervo pessoal e ampliar seu repertório, possibilitando o contato com obras que normalmente eles não iriam ler”, comenta a acadêmica de Jornalismo, Amanda Calegaro Thiel.

A iniciativa surgiu na disciplina de Tópico Especial em Comunicação, orientada pela professora Marizandra Rutilli e organizada pelos acadêmicos Amanda Bueno da Luz, Amanda Calegaro Thiel, Giovanni Pasquali Piovesan, Lucas Soares Junges, Magnus Winkelmann da Silva, Maria Antonia Santos, Natália Hilgert Langer, Ramaira dos Santos Neckel.

A Livrada será apenas uma das atrações do Domingo no Campus. O evento contará também com apresentação da Cia Cadagy e Coral Unijuí, mateada, brinquedos infláveis, show com a Banda Pimenta & Seus Comparsas e participação dos cursos de Graduação da Unijuí para divulgação do Vestibular de Verão 2019.

Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.

Curso de Texto para TV está com as inscrições abertas

45516038_2072816429448926_3062204114592071680_n

Nos dias 7 e 8 de dezembro a Unijuí promove, no Campus Ijuí, o curso de qualificação profissional sobre Texto para TV. Ministrado pelo jornalista, apresentador, editor e repórter de esportes na RBS TV e Rede Globo Glauco Pasa, a capacitação se destina a estudantes e profissionais da área que desejam aprender sobre as peculiaridades do texto para televisão, além de aspectos gramaticais e a utilização da criatividade no jornalismo.

O curso possui uma duração de 12 horas/aula com início na sexta-feira das 18h às 22h e no sábado das 8h às 12h e das 13h às 17h.  Entre os conteúdos abordados estão: teoria e prática do texto jornalístico, cabeça, off, passagem, técnicas e dicas.

O investimento é de R$ 366. Alunos, egressos e empresas conveniadas possuem 10 % de desconto. As inscrições podem ser realizadas até o dia 25 de novembro pelo Portal da Unijuí.

Por Daniella Koslowski, acadêmica de Jornalismo.

Acadêmicos promovem evento para valorização da saúde  

Acadêmicos realizam corrida em prol da saúde

Com o objetivo de incentivar os hábitos saudáveis e a iniciação na prática de atividades físicas, os acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí desenvolveram o projeto o Linha de Largada. O evento acontecerá no dia 11 de novembro, às 9h, em frente à Biblioteca Mario Osorio Marques, no campus da Unijuí. A corrida dará uma volta pelo espaço do campus, retornando ao ponto de partida. Para participar os interessados precisam confirmar presença no evento do facebook. Haverá ainda sorteio de prêmios para os participantes.

A iniciativa surgiu na disciplina de Tópico Especial em Comunicação, orientada pela professora Marizandra Rutilli. “O nosso foco com o projeto é a saúde. Por isso, estamos incentivando a prática de exercícios, para melhorar o físico e também a qualidade de vida do praticante. Nós, alunos que estamos organizando o evento, também estamos aproveitando essa atividade para iniciar uma vida mais saudável”, explica a acadêmica Emanuelle Zorzo.

O Linha de Largada é uma organização dos acadêmicos Emanuelle Antunes Zorzo, Fernando Liebich Reinke, Jaqueline Tolentino Witczak, Jardel Hillesheim, João Victor de Oliveira, Lohana dos Reis Metzdorf, Mikael Jacques Moraes e Natália Arnold Schafer, em conjunto com a profissional de Educação Física Roberta Furlan. “A corrida é uma prática que traz vários benefícios para a saúde, mas deve ser realizada gradativamente e com cautela. Para isso, o evento conta com a presença da profissional para orientar os iniciantes à prática correta desse exercício”, finaliza a acadêmica.

Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.

Concurso fotográfico Olhares Que Contam Histórias divulga vencedores

Rádio na Escola

O Projeto de extensão Rádio, Tecnologias e Empreendedorismo na Escola, dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí, lançou, no último mês, o 1° Concurso Fotográfico Olhares Que Contam Histórias, com o objetivo de estimular o desenvolvimento da criatividade e incentivar a produção fotográfica pelos estudantes que participam do projeto ao longo dos últimos anos. O desafio era para que os alunos de diferentes instituições de ensino da região contassem uma história a partir da fotografia.

O resultado dos vencedores das três categorias (meio ambiente, arquitetura e livre) foi anunciado no início de outubro. De acordo com o bolsista do projeto de extensão Sandro Santos, o concurso provocou os estudantes a praticarem um olhar diferenciado para os ambientes e para as pessoas que os rodeiam. “A ideia do concurso fotográfico surgiu com a intenção de instigar os alunos e alunas e trazer oportunidades de revelar novos talentos à comunidade. O concurso fotográfico é importante, pois abre os olhares dos alunos sobre outras áreas como: natureza/ecossistema e arquitetura, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e sociais”, relatou.

Para o professor e coordenador do projeto, Celestino Perin, o concurso incentivou aos alunos, além da produção fotográfica, o desenvolvimento da criatividade em texto. “Além de valorizar as oficinas que trabalhamos nas escolas, ao mesmo tempo os alunos foram estimulados a não apenas produzir fotos, mas pensar sobre o ambiente da foto, uma espécie de pauta relacionada às categorias. A gente acredita que o concurso pode ter continuidade no projeto, com uma participação ainda maior a partir da nossa divulgação”, conclui.

 

Confira as melhores histórias em fotografia de cada categoria:

Categoria Arquitetura: Escola Municipal Fundamental 15 de Novembro, de Ijuí

Categoria Arquitetura

Águas iluminando a colônia

No tilintar das águas das cachoeiras do velho Potiribu, nós vimos que, a partir da ação dos imigrantes que aqui chegaram, as águas se transformaram em energia. Para tornar mais iluminada a vida dos colonos e das famílias que se organizaram na construção do meio urbano, a força das aguas, descendo ladeira, girou, junto ao metal das rodas, os primeiros raios energéticos que foram transmitidos para as residências e para as empresas. Com os traços geométricos dos primeiros engenheiros, foram montadas as estruturas arquitetônicas pelo o que conhecemos, até hoje, como Usina Velha. Unindo o ciclo das águas com os traços de ferro e alvenaria, compreendemos que, apesar da inteligência e do poder se transformação do ser humano, a natureza ainda expressa sua força e suas belezas naturais.

Categoria Livre: Erick Vinicius de Oliveira de Lima, aluno da Escola Municipal Fundamental Tomé de Souza, de Ijuí.

Categoria livre

O pequeno Príncipe

Um aviador caiu no deserto e foi socorrido por um pequeno príncipe.
Ele contou ao aviador que morava em um pequeno planeta com uma flor. Ele a abandonara para conhecer o universo. Em suas viagens o pequeno príncipe conheceu muitas pessoas. Ele não compreendia por que necessitavam se sentir admiradas e obedecidas. Depois ele encontrou uma cobra maliciosa e uma raposa esperta. A raposa lhe ensinou que as coisas importantes são aquelas visíveis apenas para o coração.
O pequeno príncipe ficou com saudades de sua flor e resolveu voltar ao seu planeta através da picada da cobra. Vendo o corpo do menino o aviador ficou triste, mas lembrou do que o menino lhe disse: Não olhe para as simples aparências. Por fim, o aviador ficou feliz.

Categoria Meio Ambiente: Carla Torquetti, do Colégio Estadual Comendador Soares de Barros, de Ajuricaba.

Categoria Meio ambiente

A arte de alimentar

Já passava das seis da tarde, o sol já ia se pondo no horizonte, me sentia cansada, pois o dia letivo havia sido longo. Estava quente, sentia meus cabelos úmidos, aquele mormaço me incomodava, estava inquieta. Peguei meu livro com o intuito de relaxar e me deixar levar por Érico Veríssimo e suas tramas; mas eu lia as palavras automaticamente, formando frases aleatórias que não entendia de fato. As linhas iam passando por minha visão, e eu não via realmente algo concreto, estranhei por aquele enredo que tanto gostava, não conseguir me prender. Insatisfeita e inquieta, precisava de algo para me distrair. Guardei o livro, e meus dedos imediatamente foram de encontro aos meus fones, coloquei-os, e deixei-me embalar aos acordes. Santo remédio, a música caíra como uma luva, o ritmo me trazia um suave gosto de calmaria. No embalo de boas vozes, já me sentido mais calma, fitei os campos que se estendiam à fora do ônibus, agora de um verde vivo, se faziam paisagens para belos quadros. Deduzi ao ver a soja já bem cachada, que não demoraria para que começassem a secar as folhas da planta. Logo, já estariam aí os preparativos para a colheita. Ah, a colheita, lembrei-me de quando essa palavra não me passava de diversão, afinal, subir no caminhão e enterrar-se em meio a tantos grãos tinha mesmo um gosto divertido. Aquilo tinha um sabor de infância no interior, eram tempos em que a minha percepção tomada sobre o assunto era muito mais simples, agora, ao pensar em safra, eu já associava a tantas outras coisas, números, valores, climas. (…) Com os olhos cheios d’água, despertei de meus pensamentos quando percebi que já estava chegando em casa. Estava me sentindo contente e grata pelas lembranças que relembrei naquela tardinha. A porta do ônibus abriu-se e eu desci. Quando levantei meu olhar do chão, avistei meu pai, ainda cuidando de seus afazeres, sorri, eu tinha orgulho dele, da profissão dele. Eu tinha orgulho do que chamamos de agricultura.

Acadêmicos promovem ação de incentivo ao esporte  

44183283_1596901007077413_1831302586758594560_n

Com o objetivo de valorizar o exercício físico em prol da saúde e bem-estar, e promover a solidariedade, os acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí desenvolveram o projeto Movimenta CrossFit. O evento acontecerá no sábado, dia 27 de outubro, com início às 10h, no Box Bagual CrossFit,
localizado na Avenida 21 de Abril, número 1668.

Para participar é preciso confirmar presença no evento do Facebook, levar um amigo e 1kg de alimento não perecível. O treino será ministrado pelos coach Luis Joris e Victor Motta, que vão explicar os movimentos do esporte e auxiliar nas atividades propostas. Já os alimentos arrecadados serão doados ao Lar Meame, de Ijuí.

A ação foi proposta na disciplina de Tópico Especial em Comunicação, e é uma realização dos acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí: Jaíne Nonnenmacher, Stephanie Müller, Camile Fernandes, Emanuelle Vigne, Otavio Viero, Giovana Carré, Rafael Henrik Preuss e Márcio Mayer, com orientação da professora Marizandra Rutilli. Para a acadêmica de Publicidade e Propaganda Camile Fernandes, o CrossFit é uma atividade que proporciona bem-estar físico e mental. “Como é um exercício de alta intensidade, você gasta muita energia. Me ajudou muito com a minha ansiedade e com o nervosismo, por exemplo. A ideia foi que a gente promovesse um evento que pudéssemos auxiliar e incentivar a prática do exercício físico e do bem-estar e também fazer um ato de solidariedade”, comenta a acadêmica Camile.

Os participantes também vão concorrer ao sorteio de brindes durante a programação. O evento tem a parceria do Box Bagual Crossfit, Boa Forma Academia e a loja Bem Natural.

Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.

 

Projeto Sorriso de Criança recolhe doações para Lar Bom Abrigo  

O projeto é uma iniciativa dos alunos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí. O objetivo é beneficiar 24 crianças e adolescentes com brinquedos, agasalhos, alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza

42857490_1873334122782802_5553973328881909760_o 

Um grupo de acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí, orientados pela professora Marizandra Rutilli, na disciplina de Tópico Especial em Comunicação, está arrecadando donativos para o Projeto Sorriso de Criança. Os pontos de coleta são o Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação (Dacec) e Farmácia São Lucas, em Ijuí, e Farmavida e a Pizzaria do Maic Mota, em Coronel Barros e as doações podem ser feitas até sexta-feira, 26. A entidade escolhida para receber as doações foi o Instituto Lar Bom Abrigo, que acolhe 24 crianças e adolescentes no município de Ijuí.

O projeto surgiu a partir das comemorações do mês de outubro, conhecido como o mês da criança. Pensando na importância de transmitir segurança, alegria, amor e empatia para quem precisa, os acadêmicos buscaram planejar uma ação que transformasse, mesmo que um pouco, a realidade de algumas crianças do município. Para isso, no próximo sábado, dia 27 de outubro, a partir das 8h30, além da entrega dos donativos recolhidos, estão previstas atividades de confraternização como encenação de teatro infantil, música, brincadeiras, jogos e lanches, organizados pelos acadêmicos Daiana Dal Ros, Daniella Rigodanzo Koslowski, Filipe Reichert, Fabiane Madril, Giuli Ana Izolan, Juliana Andretta, Manuela Engster, Marina Moesch Silveira e Rafael de Eduardo Souza.

“O Projeto Sorriso de Criança está mobilizando muitas pessoas, o que para nós é ótimo. A ação voluntária em prol do Lar Bom Abrigo é de grande relevância para mostrar a todas as pessoas envolvidas que doar é um gesto de bondade e de preocupação constante com o próximo. É fundamental ajudar quem precisa, pois, um futuro melhor se constrói de pequenas ações. Não se trata apenas de doar bens materiais, mas também doar um pouco de si, do seu tempo, do seu carinho, pois uma palavra amiga também faz bem”, comenta a acadêmica Juliana Andretta.

Participe você também desta ação e faça uma criança sorrir!

Para saber mais, acesse a página do Projeto no Facebook.