Inscrições para o 7º Festival Atena estão abertas

Está chegando mais um Festival Atena, o “Festival de Inverno” característico e referencial da cidade de Frederico Westphalen. Este ano, em sua sétima edição, o evento ocorrerá no dia 8 de julho, sábado, das 15h às 22h, na Escola Cardeal Roncalli.

Flyer Festival Atena Frente

O festival objetiva exclusivamente revelar e divulgar os talentos artísticos em todos os níveis socioculturais, por intermédio da promoção da mostra cultural das seguintes categorias de artes: dança, música, cinema, fotografia, pintura, desenho e literatura. Para cada categoria artística há um Regulamento específico, por isso não deixe de consultá-lo.

Os prêmios para as seis categorias competitivas do Festival são: Troféu e R$ 300,00 para os 1º lugares trio/grupo; Troféu e R$ 200,00 para os 1º lugares solo/duo; Medalha e R$ 100,00 para os 2º lugares trio/grupo; Medalha e R$ 50,00 para os 2º lugares solo/duo. A categoria literatura não será competitiva, tendo apenas o caráter de mostra.

As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de junho, preenchendo a Ficha e a entregando na Escola Cardeal Roncalli. Aproveite a oportunidade!

 

 

 

Literatura para jornalistas: Américo Piovesan fala sobre seu processo criativo

Na noite de 31 de maio, a turma de Oficina de Leitura e Produção de Texto recebeu a visita do escritor Américo Piovesan. Em conversa com os alunos do curso de Jornalismo, Américo trouxe exemplos de sua produção, comentou seu processo de criação e falou sobre o lugar da literatura na contemporaneidade. “A literatura permite dizer o que está oculto”, resume o escritor.
IMG_6019
A palestra teve por objetivo aproximar a tradição do jornalismo e a da literatura, a fim de inspirar os acadêmicos da disciplina, voltada para a produção de texto e o incremento do repertório cultural dos futuros jornalistas.
IMG_6023
O professor Marcio Granez, responsável pela disciplina, avalia a atividade: “Tivemos a oportunidade de trocar experiências com um escritor que se destaca no cenário atual da produção literária em nosso município. Sem dúvida, foi um grande diferencial para aprofundar a formação dos nossos alunos. Afinal, as narrativas jornalísticas são antes de tudo histórias e como tais devem ser bem contadas para cativar o público”.

Vencedores do PlayCOM recebem premiação

A noite de ontem foi marcada com a entrega da premiação do Desafio Criativo PlayCOM às equipes vencedoras. Representantes das equipes BrainSquad, vencedora do Júri Profissional, e Logo.doc, vencedora do Júri Popular, estiveram presentes na COM 4, onde receberam os valores de R$ 300 e R$ 100, respectivamente, pelo desenvolvimento de uma Campanha de Combate ao Câncer.

Vencedores

O objetivo era produzir uma campanha que primasse pela conscientização do público-alvo, com ênfase para a prevenção e o combate ao câncer, divulgando os índices de ocorrência, os tipos e as principais causas. O público alvo envolvia a faixa etária de 9 a 24 anos. Dentre os pontos obrigatórios a serem destacados, estava a divulgação de medidas preventivas, bem como desmistificar temas relacionados ao câncer e sua prevenção.

A equipe BrainSquad foi escolhida como ganhadora do Desafio Criativo ainda no dia 09 de junho, pelo Júri Profissional. Outras quatro equipes concorreram na votação do Júri Popular, onde a equipe Logo.doc saiu vencedora com 66% dos quase 900 votos computados.

A professora Nilse Maldaner, uma das coordenadoras do PlayCOM, juntamente com o professor Marcio Granez, coordenador dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, realizaram a entrega de três camisetas personalizadas para cada equipe, bem coo uma arte para quadrinho para cada integrante e o valor previsto no regulamento às equipes vencedoras.

“A partir de agora, vamos manter o contato com os apoiadores e o Cacon, com objetivo de viabilizarmos a veiculação das campanhas. Estamos muito felizes com os resultados obtidos pelos nossos alunos e, com certeza, todos os participantes, não apenas as equipes vencedoras, tiveram muito a ganhar com a experiência vivenciada”, finalizou Nilse.

BrainSquad é a vencedora do júri profissional do PlayCOM

A noite de sexta-feira foi marcada pela apresentação dos dez grupos concorrentes do Desafio Criativo PlayCOM. A equipe BrainSquad foi a vencedora da noite na escolha do Júri Profissional, composto pelo publicitário Otávio Vicari de Siqueira, a sócia-proprietária da Terra Vermelha Rosana Berwanger Silva, o representante da Coordenadoria de Marketing da Unijuí Rogério Hansen, a coordenadora da Rádio Unijuí FM, Cláudia Gesign e a médica oncologista dra. Flávia Bianchin.

Foto finalistas

Cada equipe teve 12 minutos para realizar a defesa da campanha, por meio de dois representantes que apresentaram aos jurados e presentes a unidade proposta. A proposta era produzir uma campanha que primasse pela conscientização do público-alvo, com ênfase para a prevenção e o combate ao câncer, divulgando os índices de ocorrência, os tipos e as principais causas. O público alvo envolvia a faixa etária de 9 a 24 anos. Dentre os pontos obrigatórios a serem destacados, estava a divulgação de medidas preventivas, bem como desmistificar temas relacionados ao câncer e sua prevenção.

As cinco melhores campanhas, de acordo com as notas dos jurados, foram selecionadas para concorrer no Júri Popular, o qual entra em votação a partir de hoje, aqui no Blog da Usina. As equipes selecionadas foram:

Sense

Equipe-SENSE – Argumentação

SLIDES SENSE PRONTO

Rambo

Argumentação da campanha da Equipe Rambo

Cópia de Segurança (RAMBO)

Brainsquad

Apresentação – Equipe BrainSquad

Planejamento de Campanha – Desafio PlayCom

Logo.doc

apresentação campanha prevensor 3 CORRIGIDA FINAL

PLAYCOM planejamento CERTO

Copeiros

grupo copeiros

A ordem divulgada não é, necessariamente, a ordem de classificação das equipes. Essa ficará restrita à Comissão Organizadora. Acima, os votantes podem conferir um pouco das apresentações das equipes na noite de sexta-feira. A votação pelo Júri Popular vai até a próxima segunda-feira, 19 de junho, às 18h. As equipes são responsáveis por fazer a divulgação de seus trabalhos. A votação deve ser feita pelo link Júri Popular.

A divulgação do resultado e premiação das equipes vencedoras pelos dois júris será na próxima terça-feira, 20, às 21h, no prédio da Comunicação, Sala COM4.

 

PlayCOM chega ao seu último dia com defesas das campanhas

As equipes participantes do PlayCOM finalizaram ontem a terceira tarefa da competição que consistia na entrega da argumentação e peças da campanha. Na noite desta sexta-feira, ocorrem as defesas das produções elaboradas ao longo dos três dias do desafio. As equipes devem fazer a entrega do material final no período das 18h45 às 19h20.

As apresentações terão início pontualmente às 19h30, com dois integrantes de cada grupo realizando a defesa. Cada um terá de 10 a 12 minutos para as apresentações, que iniciam às 19h30. A ordem das equipes foi definida por meio de sorteio após a entrega do material, na noite de ontem. Ficou definido que quem dará início aos trabalhos será a equipe Feeling, seguida pelas equipes Eureka, Copeiros, Sense, BrainSquad, COMdenados, Logo.doc, Designated Winners, 300dpi e Rambo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Segundo a professora Rúbia Schwanke, as campanhas serão avaliadas por um comitê de Júri Profissional, composto por profissionais do mercado de Ijuí e região. “Dentre os critérios de está a postura na apresentação da campanha, abrangendo a qualidade dos argumentos, a unidade, a linguagem e o visual; a adequação ao briefing; criatividade; conteúdo; produção (80 pontos); também são conferidas pontuações extras (20 pontos), pelo envolvimento da equipe nas atividades do evento”, destacou. Hoje serão conhecidos os vencedores do júri técnico. As cinco melhores campanhas, vão concorrer também ao júri popular. A votação irá acontecer pelo Blog da Usina, de segunda-feira, 12 de junho, até a próxima segunda-feira, 19 de junho.

O desafio nos bastidores

Zacarias John, acadêmico do 4º semestre de Jornalismo, se inscreveu para participar como voluntário na cobertura do evento e relata como tem sido a experiência. “Eu acredito que o jornalismo é estar no meio do povo, por isso escolhi essa profissão. Foi legal interagir com os grupos e acompanhar o desempenho”, conta.

Jéssica Marian, também aluna de Jornalismo, falou sobre as suas impressões enquanto estudante do 1º semestre. “Eu escolhi ser voluntária da cobertura para ter uma proximidade com a rotina de um repórter, para aprender sobre a estrutura da redação. Acompanhando o evento, percebo que o jornalista e o publicitário têm muito em comum, e o PlayCOM mostra essa relação na prática”, conta.

Para Giovana Carré, que escolheu atuar como voluntária de organização do evento, o PlayCOM foi uma oportunidade de sair da rotina. “Eu escolhi participar da organização porque é uma coisa diferente do que a gente já faz no Jornalismo, que seria a cobertura do evento. Como é organizar, o que eles fazem, quais são os passos que tem que seguir”, destaca.

Encarando a realidade da corrida contra o tempo

Os integrantes das equipes falaram sobre a participação no evento, enfatizando como principal desafio, a corrida contra o tempo. O prazo curto vivenciado diariamente nas agências mexeu com a rotina das equipes, proporcionando a todos uma proximidade da realidade do mercado de trabalho.

“O maior desafio foi o tempo, pois a gente está no 3º semestre, não está acostumado a lidar com tanta pressão, e a produção em sala de aula, dos nossos trabalhos, temos mais tempo para fazer”, relatou Stephanie Müller, aluna de Publicidade, membro da equipe Copeiros. “Apesar das nossas limitações, vamos muito melhor do que esperávamos, porque cada um desempenhou sua parte muito bem”, finalizou.

Copeiros.JPG

Marcello Lucas, estudante de Jornalismo e membro da BrainSquad, contou que seu grupo abdicou de muitos momentos para apostar no trabalho, mas que este foi, justamente, o fator que possibilitou o sucesso da produção. “Foi legal fazer a campanha em pouco tempo. A gente virou várias madrugadas, e teve que se unir, tentar não brigar, para fazer no tempo adequado”, destaca.

BrainSquad

 

 

Equipes cumprem primeira tarefa do Desafio PlayCOM

O Desafio Criativo PlayCOM está a todo vapor. Ontem à noite foi realizada a segunda etapa da proposta, à qual as equipes deveriam entregar a produção e finalização do planejamento da campanha até as 22h30. As onze equipes cumpriram a atividade com sucesso. Na abertura da noite, os alunos integrantes do Projeto Plurais, liderados pela professora Nilse Maldaner, ainda realizaram uma atividade de integração com alongamento e dança com o público presente, evidenciando a importância da aceitação do próprio corpo.

Exercícios (3)

A professora Rúbia Schwanke, uma das organizadoras do evento, reiterou a importância da presença de toda equipe nos debates, embora a exigência mínima prevista em regulamento seja de 50% dos integrantes. A professora Nilse Maldaner destacou ainda que o maior prêmio é o conhecimento adquirido e compartilhado por meio da experiência oportunizada pelo Desafio Criativo.

Para o acadêmico Rafael Eduardo de Souza, o evento está sendo muito interessante e motivador e “a expectativa é de que consigamos adquirir um aprendizado amplo, vivenciando uma realidade de agência, entendo como funciona, o prazo curto, o estresse de cada dia, as brigas, discussões, coisas que a gente não vê apenas fazendo trabalhos para as disciplinas da faculdade”.

À noite ainda houve a premiação do melhor crachá, avaliado pelos professores pela irreverência, diferenciação e criatividade. A equipe ganhadora foi a Rambo.

zCrachás (9)

Na noite de hoje, as equipes devem se reunir no prédio da Comunicação, na sala COM 4, para finalizar as campanhas. A entrega do material deve acontecer até as 21h30, na Usina de Ideias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Desafio Criativo PlayCOM tem início na UNIJUÍ

Na noite desta terça-feira, no Salão Azul da UNIJUÍ, aconteceu o lançamento do Desafio Criativo PlayCOM, evento que reúne alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da UNIJUÍ. Com a idealização das professoras Nilse Maldaner e Rúbia Schwanke, a competição tem como principal objetivo proporcionar a proximidade dos acadêmicos com o mercado de trabalho. As onze equipes inscritas devem realizar uma campanha voltada à prevenção e combate ao câncer.

O ato contou com a presença da Vice-Reitora de Graduação, Cristina Pozzobon, que parabenizou os cursos envolvidos pela iniciativa. “Eventos como estes agregam à formação dos estudantes. Novos desafios, experiências e oportunidades”, afirmou. A professora Eusélia Vieira, chefe do DACEC, frisou também que a combinação entre teoria e prática possibilita ao aluno promover a inovação em sua área específica de trabalho.

Nilse e Silvia

Para dar início oficialmente ao evento, a professora Nilse Maldaner ressaltou a proposta do evento e chamou à frente a professora de Publicidade e Propaganda, Sílvia Frantz, que abordou a importância do marketing social. “É importante trabalharmos a mudança do comportamento dos nossos consumidores para que possamos efetivamente causar a mudança que desejamos a partir de nossas ações”, destacou.

O briefing da campanha foi apresentado pela professora Rúbia que, junto com os alunos, debateu com os alunos o objetivo da campanha, além do público alvo que será destinado a faixa etária de 9 a 24 anos. Para concluir a noite a oncologista e integrante da Oncosite, Flávia Bianchin, do Centro de Alta Complexidade em Oncologia – CACON, passou um pouco da história do centro especializado, número de atendimentos, como o câncer funciona no organismo, os tipos de câncer mais comuns em nossa região, formas de tratamento e prevenção, além de dados sobre o Rio Grande do Sul que é o líder na estimativa de câncer. As equipes ainda tiveram um momento de “saca dúvidas” com a médica ao final da palestra.

Dr. Flávia

Visita guiada ao CACON

Na manhã desta quarta-feira, 07 de junho, um integrante de cada uma das equipes participante do Desafio, participou de uma visita guiada pela oncologista Flávia Bianchin ao Centro de Alta Complexidade em Oncologia – CACON de Ijuí. Na oportunidade, puderam conhecer vários espaços do hospital, além do funcionamento do centro de alta complexidade. A oncologista mostrou aos integrantes as salas de quimioterapia e radioterapia, explicando sempre o funcionamento de todas as áreas.

As equipes tiveram oportunidade de conversar também com duas pacientes que aguardavam para fazer a quimioterapia, podendo conhecer de perto a realidade enfrentada por cada uma delas. Depois, os acadêmicos ainda tiveram a chance de conhecer o setor de pesquisa clínica. Todos os funcionários que conversam com o grupo deixaram várias dicas para auxiliá-los no desenvolvimento da campanha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

DICA PARA OS ALUNOS

Modelo Planejamento

TERMO USO DE IMAGEM E VOZ