Curso de Narração Esportiva da Unijuí com inscrições abertas  

 

Com o objetivo de qualificar profissionais de comunicação, estudantes e demais interessados que possuem vontade de atuar como narrador(a) em transmissões de jornadas esportivas no rádio, a Unijuí oferece o Curso de Narração Esportiva. A formação, que é destinada aos estudantes e profissionais da área de comunicação, jornalistas, radialistas e demais interessados, terá carga horária de 12 horas/aula, e o investimento é de R$ 257,00. As inscrições podem ser realizadas até dia 28 de outubro pelo Portal da Unijui na aba Estude na Unijuí e Qualificação Profissional.

As atividades acontecerão em dois dias diferentes, no dia 10 e 24 de novembro. Nos dois dias, a programação acontece das 9h até 12h e 14h às 17h.  A proposta é discutir e realizar exercícios práticos considerando a técnica, as diferentes situações de narração e atuação do comunicador em um contexto multimídia. O curso será coordenado pela professora, Marizandra Rutilli e ministrado pelo radialista da Guaíba, Luís Magno Costa de Oliveira e pelo jornalista e radialista da Rádio Estação Web, Julio Lemos.

Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.

Alunos da Comunicação participam do Salão do Conhecimento 2018  

Programação da Comunicação do Salão do Conhecimento

Nesta semana, do dia 1º a 4 de outubro, acontece na Unijuí o Salão do Conhecimento. O evento tem como objetivo a divulgação da produção em pesquisa e extensão que permite a socialização de experiências e a reflexão sobre as atividades desenvolvidas na Unijuí e em demais instituições participantes, nas diversas áreas de conhecimento, possibilitando aos autores – pesquisadores, extensionistas, estudantes de Ensino Médio, de Graduação e de Pós-Graduação – um espaço de diálogo, de socialização e de trocas de saberes e de experiências entre si e com a comunidade externa.

Os Eventos do Salão do Conhecimento estão consolidados como um expressivo canal de interlocução entre as diversas áreas de conhecimento da Instituição e de relacionamento com a sociedade, materializando a articulação do ensino, pesquisa e extensão. Este ano, o evento traz como tema norteador, “Ciência para a redução das desigualdades”, em convergência com a temática proposta para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2018. O tema permite trazer à tona o debate acerca da contribuição das Ciências Sociais e Humanas para a redução das desigualdades no Brasil, fomentando os usos sociais da ciência e da tecnologia com vistas a ampliar as possibilidades de se combater a desigualdade social por meio da popularização e da divulgação da ciência e da tecnologia.

Nesse contexto, os acadêmicos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda estão apresentando trabalhos na XXIII Jornada de Pesquisa, XIX Jornada de Extensão e XXVI Seminário de Iniciação Científica. Confira a lista de apresentações dos alunos do curso:

OFICINA DE MARKETING PESSOAL

03/10  – Quarta-feira – 19h30 – Mini 02

Oficina de Marketing Pessoal com a professora de Publicidade e Propaganda, Rúbia Schwanke.

VIII Mostra de Iniciação Científica Júnior

LDRV: histórias que ganham visibilidade na geração y ciências sociais aplicadas – Bruna Gabriela Pazuch Cabral Perez, Nessana Klein e Rúbia Beatriz Schwanke;

Análise reflexiva sobre vídeos de reação no youtube – João Pedro Pacheco Van Der Sand;

Uma análise do e-commerce no mercado brasileiro – Lara Luiza Lopes Noll.

XXVI Seminário de Iniciação Científica

A tragédia com o avião da associação chapecoense de futebol: uma análise da cobertura no website correio do povo – Mariane Ramos Santos;

Representações femininas na publicidade de moda Plus Size – Susan Gabrieli Pereira da Silva e Nilse M. Maldaner;

Uma análise comparativa na perspectiva dos 5p’s do marketing das varejistas de moda Renner e Riachuelo – Ana Louíse Diel, Márcia Almeida;

Uma análise do e-commerce no mercado brasileiro – Lara Luiza Lopes Noll e Jaíne Cristine Nonnenmacher;

O papel multimídico como recurso didático em Santo Ângelo – Bruna Gabriela Pazuch Cabral Perez.

Bolsistas de Iniciação Científica e Iniciação Tecnológica da Unijuí

Informação e publicização na execução de políticas públicas: o caso dos distritos industriais nos municípios do corede noroeste colonial do Rio Grande do Sul – Laura De Moura Pimentel, Sérgio Luís Allebrandt, Luiza Fracaro Polleto;

Mídia e direitos humanos: a representação da mulher na mídia de fronteira – Marjorie Barros Bock, Vera Lucia Spacil Raddatz;

O marco legal de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento econômico local por meio de distritos industriais e incentivos nos municípios do Corede Noroeste Colonial – Luiza Fracaro Polleto, Sérgio Luís Allebrandt, Roseli Fistarol Krüger, Taciana Angélica Moraes Ribas, Laura de Moura Pimentel;

A história pela fotografia: fase II – Natália Hilgert Langer, Ivo dos Santos Canabarro

A personagem: uma intersecção entre a literatura e o jornalismo – Érico Hammarström Zardin, Lara Nasi;

A história pela fotografia: fase II – coleção fotográfica família Beck – Valéria Foletto, Ivo dos Santos Canabarro;

Projeto gestão social e cidadania: comunicação e informação nas comunidades do noroeste do Rio Grande do Sul – Daiana Dal Ros, Marcia Formentini, Sergio Luís Allebrandt;

Projeto Rádio, Tecnologias E Empreendedorismo Na Escola: Estudo De Caso Na Escola Tomé De Souza – Ijuí – Sandro Luiz dos Santos, Juliana Andretta, Bruno Sloczinski Guterres, Celestino Perin.

Apresentações

Sala A3 – 02 de outubro de 2018 (terça)

19h30A relevância da aplicabilidade do funil de vendas nas redes sociais – Ianka Carolina Port Rüdell, Natália Arnold Schäfer.

Prédio G – sala G6 – 02 de outubro de 2018 (ter)

14h15 – Informação e publicização na execução de políticas públicas: o caso dos distritos industriais nos municípios do Corede Noroeste Colonial do Rio Grande do Sul – Laura De Moura Pimentel, Sérgio Luís Allebrandt, Luiza Fracaro Polleto;

14h30 – A personagem: uma intersecção entre a literatura e o jornalismo – Érico Hammarström Zardin, Lara Nasi;

15h45 – Mídia e direitos humanos: a representação da mulher na mídia de fronteira Marjorie Barros Bock, Vera Lucia Spacil Raddatz;

16h – A história pela fotografia: fase II – coleção fotográfica família Beck – Valéria Foletto, Ivo Dos Santos Canabarro.

Festival de Comunicação da Unisul está com inscrições abertas  

Festival de Comunicação da Unisul está com inscrições abertas

O 10º Plus – Festival Universitário de Comunicação da Unisul, promovido pelo curso de Publicidade e Propaganda da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), campus de Tubarão, está com inscrições abertas até 5 de outubro. O Festival é uma iniciativa dos acadêmicos para proporcionar a troca de experiências entre alunos, professores e profissionais das áreas de Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

As inscrições para o evento são gratuitas. Serão aceitos os trabalhos realizados pelos acadêmicos devidamente matriculados em qualquer instituição de Ensino Superior do território nacional. O aluno deverá efetuar o preenchimento completo de todos os itens solicitados na Ficha de Inscrição com o link para acesso/download do material que irá concorrer, observando o regulamento específico de cada categoria. Para trabalhos realizados em grupo, a Ficha de Inscrição deverá ser preenchida em nome de um aluno responsável, constando também o nome dos demais realizadores. O aluno concorrente poderá inscrever quantos trabalhos desejar em qualquer categoria.

No dia 19 de outubro, o Festival irá premiar os melhores trabalhos inscritos na Mostra Competitiva. Os acadêmicos podem se inscrever nas categorias:

Fotografia – fotografia de retrato/pessoas, fotografia livre (animais, paisagens, cidade e etc) e fotografia criativa.

Publicidade – peças gráficas e eletrônicas, design gráfico, publicação impressa, campanha, publicidade na web e fotografia.

Jornalismo – fotojornalismo, reportagem impressa, rádio, reportagem digital, televisão e jornalismo na web.

Crônicas – produção textual com tema livre.

Curta – filmes de tema livre e com tempo máximo de 15 minutos.

Para mais informações confira o regulamento no site.

Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.

Conheça as 22 leis do Marketing

rawpixel-com-nappy-

Olá comunicadores!

Nós, como acadêmicos em formação, sabemos da importância do Marketing e como ele pode auxiliar em nossa carreira. Para isso, separamos algumas ideias escritas pelo especialista em Marketing, Al Ries, e pelo pioneiro da teoria do posicionamento e também da teoria da Guerra de Marketing, Jack Trout.

Para uma empresa alcançar o sucesso ou fazer uma determinada ação é necessário saber as leis do marketing, estas que auxiliam na estruturação de práticas que darão visibilidade à marca, caso contrário, a mesma poderá correr riscos desnecessários. Estas 22 leis do marketing exemplificam o que funciona e o que não funciona no mercado. Confira:

As 22 leis do marketing:

Lei Número 1: Liderança

“Sempre é melhor ser o primeiro no mercado do que esperar para fazer o lançamento de um produto melhor”.

Lei Número 2: A Categoria

“Se é impossível ser o primeiro em uma categoria, deve-se inventar uma nova e assim conseguir ser o pioneiro no mercado”.

Lei Número 3: A Mente do Consumidor

“É melhor ser o primeiro na mente do consumidor, do que ser o primeiro no mercado”.

Lei Número 4: Percepção

“O marketing nunca é uma batalha de produtos, mas sim de percepções”.

Lei Número 5: Enfoque

“A chave do êxito em marketing é encontrar uma forma eficiente de fixar uma palavra na mente do cliente potencial”.

Lei Número 6: Exclusividade

“Duas companhias não podem ter a mesma frase ou palavra na mente do cliente”.

Lei Número 7: A Lei da Escada

“A estratégia de marketing que você deve utilizar depende do degrau que você ocupa na escada”.

Lei Número 8: Dualidade

“A longo prazo, toda batalha de marketing se converte numa carreira de só dois competidores”.

Lei Número 9: O Contrario

“Se o que você procura é o segundo lugar na indústria, a melhor estratégia é determinada pelo líder da mesma”.

Lei Número 10: Divisão

“Com o tempo, a maioria das categorias se dividem em muitos segmentos e cada um começa a agir como uma categoria”.

Lei Número 11: Perspectiva

“Os resultados dos planos de marketing só podem ser apreciados a longo prazo”.

Lei Número 12: Extensões de Linha

“Existe a irresistível tentação de estender o patrimônio de uma marca de sucesso a campos não relacionados com ela”.

Lei Número 13: Sacrifício

“Você deve deixar todas as opções de lado e se focar em uma coisa só, para conseguir algo importante”.

Lei Número 14: Atributos

“Para cada atributo utilizado no marketing, há um atributo contrário que o concorrente pode usar eficientemente”.

Lei Número 15: Sinceridade

“Sempre que admitir algo errado no seu marketing, o cliente potencial aceitará esse reconhecimento positivamente”.

Lei Número 16: Singularidade

“Em toda situação de marketing, existe sempre uma ação que abrirá a porta para o sucesso significativo”.

Lei Número 17: Incerteza

“O futuro sempre será imprevisível”.

Lei Número 18: Êxito

“O êxito nos negócios quase sempre leva à arrogância, o que na maioria das vezes leva ao fracasso”.

Lei Número 19: Fracasso

“O fracasso no marketing deve ser esperado e aceito”.

Lei Número 20: Exageração

“A situação real com qualquer plano de marketing é frequentemente o contrário do que se reporta”.

Lei Número 21: Aceleração

“Os planos de marketing bem-sucedidos se constroem com base nas tendências, não com base nas modas passageiras”.

Lei Número 22: Recursos

“Uma boa ideia não decolará sem os recursos adequados”.

E aí, curtiram? A era digital incentiva o entendimento do conceito de Marketing. Hoje, se não utilizarmos destas ferramentas que ele nos possibilita, ficaremos para trás. Então, aproveitem as dicas!

Para quem quiser saber mais a respeito de cada lei, pode acessar o link.

Fonte: Vitamina Publicitária.

Por Daniella Koslowski, acadêmica de Jornalismo.

Curso de Jornalismo realiza oficina de relacionamento com a imprensa para o Exército  

1.jpgNa última terça-feira, 11 de agosto, no 27º Grupo de Artilharia de Campanha (G.A.C) aconteceu a Oficina de relacionamento com a imprensa, ministrada pela professora de Jornalismo da Unijuí Marizandra Rutilli e pelo radialista Zalmir Soares. A atividade teve como objetivo auxiliar os militares a prepararem-se para entrevistas. “Na minha opinião, foi uma excelente oportunidade para aproximar a imprensa em relação ao Exército. A gente está vivendo um contexto em que o Exército, por diversas razões, tem sido envolvido em constantes informações e notícias falsas”, avalia Rutilli.

A oficina contou com atividades de apresentação dos participantes, dicas sobre oratória, relacionamento com a imprensa, exercícios em que eram simuladas entrevistas em TV, rádio, além de jornais impressos e on-line. Para o Tenente Franklin, a atividade foi “importante para que saibamos, enquanto Exército, estabelecer esse contato com a imprensa. Só de passarem essa manhã com a gente, engrandeceu bastante a nossa capacidade de lidar com a imprensa e passar as informações que nos são solicitadas”, afirma.

“Estar participando com tenentes, sargentos e demais profissionais mostra que a comunicação tem sim uma função importante. Que o Jornalismo e a Publicidade têm a sua função social dentro do contexto que a gente vive. Quem não se comunica não consegue alcançar seus objetivos. Mostrar a força que os meios de comunicação têm e mostrar como é possível se relacionar e construir pontes, sem dúvida, é o maior ganho desse evento”, concluiu a professora Marizandra.

Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Projeto Rondon abre seleção para acadêmicos de Jornalismo  

Projeto Rondon abre seleção para voluntários

Créditos: Projeto Rondon

A Unijuí foi escolhida para a Operação “Parnaíba”, do Projeto Rondon, que ocorre entre os dias 18 de janeiro a 03 de fevereiro de 2019, no Piauí. Oito estudantes serão selecionados para compor a equipe de Rondonistas da Unijuí. Os acadêmicos precisam estar vinculados aos cursos de Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas – Bacharelado, Educação Física, Engenharia Civil, Jornalismo, Medicina Veterinária e Nutrição.

A coordenadora do projeto na Unijuí, professora Leonir Terezinha Uhde, comenta que “o Projeto visa contribuir para o desenvolvimento e o fortalecimento da cidadania do estudante universitário, a partir de sua contribuição com o desenvolvimento sustentável, o bem-estar social e a qualidade de vida nas comunidades carentes, usando as suas habilidades universitárias”.

Os acadêmicos interessados devem atentar para os seguintes requisitos: estar cursando a segunda metade do curso de graduação; ter bom desempenho acadêmico; não ter participado de operações anteriores; ter espírito de equipe e facilidade de trato com o público-alvo da ação; ter, preferencialmente, participado de atividades de extensão; ter disponibilidade para participar de reuniões e encontros com os professores coordenadores e envolver-se com as atividades de capacitação, planejamento, organização e sistematização das ações desenvolvidos pelo projeto.

O Projeto Rondon é uma ação do Governo Federal, realizada em coordenação com os Governos Estadual e Municipal que conta com o apoio dos universitários e professores de Instituições selecionadas. “O projeto proporciona ao estudante universitário conhecimento de aspectos peculiares da realidade brasileira, desenvolve no estudante universitário sentimentos de responsabilidade social, espírito crítico e patriotismo. O estudante também terá em seu currículo registradas em número as horas trabalhadas no Projeto, enriquecendo-o”, conclui Leonir.

Para saber mais e participar do processo de seleção, acesse o Edital.

Por Daniella Koslowski, acadêmica de Jornalismo.

Alcar realiza Encontro Regional para discutir processos históricos da mídia

matéria Alcar

 7º Encontro Regional Sul de História da Mídia está com inscrições abertas. Até 8 de outubro pesquisadores, profissionais e estudantes de todas as áreas do conhecimento podem inscrever seus trabalhos. Os artigos devem ser enviados em formato PDF diretamente para o e-mail dos coordenadores dos Grupos de Trabalhos,com cópia para trabalhos.alcarsul2018@gmail.com.  As cartas de aceite deverão ser emitidas até 8 de outubro com eventuais atrasos pontuais. Os artigos aprovados serão incluídos nos Anais do VII Encontro Regional Sul de História da Mídia, mediante o pagamento das inscrições.

O evento tem como objetivo oportunizar o encontro de pesquisadores e profissionais da Comunicação e de áreas afins que possuem foco em análises sobre os processos históricos da mídia. Nesta edição, o Encontro Regional Sul acontece nos dias 25 e 26 de outubro de 2018 na Universidade Federal de Santa Maria, RS.

O tema norteador deste encontro é: a Comunicação, História e Cidadania – 30 anos da Constituição cidadã x 50 anos do AI-5 (símbolo do regime militar). Para discutir os assuntos serão realizados oficinas e grupos de trabalho. O evento também contará com a presença da professora de Jornalismo da Unijuí, mestra em Ciências da Comunicação (Unisinos) e doutoranda em Comunicação (UFSM), Lara Nasi, que ministrara a oficina “Narrativas pela igualdade: gênero e outras interseccionalidades na produção jornalística” juntamente com o jornalista, mestre e doutorando em Comunicação (UFSM), Alisson Machado.

 Programação Completa

Apoio de software para comunicação e pesquisa histórica em situação de deficiência visual. Ministrada pelo Professor doutor da Universidade Nacional de La Plata, Argentina, Cesar Luís Díaz

Entre memórias: as histórias de vida como fonte para o audiovisual. Ministrada pela coordenadora geral da TV OVO, Neli Mombelli e a Doutoranda e mestre em Comunicação Midiática pela UFSM, Marilice Daronco.

Jornalismo institucional como estratégia de comunicação: práticas e desafios. Ministrada Mestre e Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação (UFSM), Mirian Redin de Quadros.

Telejornalismo diário: rotinas produtivas, formatos tradicionais e novas linguagens. Ministrada pela Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação (UFSM), Juliana Motta.

Pautas de/em criação: o alinhamento publicitário ao consumidor contemporâneo. Ministrada pela professora do Curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana (UFN), Pauline Neutzling Fraga.

Planejamento de comunicação e a gestão de relacionamentos nas mídias sociais digitais. Ministrada pela Doutoranda e Mestre em Mídia e Estratégias Comunicacionais pelo Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Taisa Ferro Dalla Valle.

Narrativas pela igualdade: gênero e outras interseccionalidades na produção jornalística. Ministrada pela professora de Jornalismo da Unijuí, mestra em Ciências da Comunicação (Unisinos) e doutoranda em Comunicação (UFSM), Lara Nasi e o jornalista, mestre e doutorando em Comunicação (UFSM), Alisson Machado.

O que é Alcar

O nome Alcar é homenagem ao historiador pernambucano Alfredo de Carvalho responsável, em 1908, pelo inventário do primeiro centenário da imprensa brasileira, sob os auspícios do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Alcar identifica o grupo que constituiu a Rede Alfredo de Carvalho (Rede Alcar), em 2001, durante reunião na Associação Brasileira de Imprensa, no Rio de Janeiro, para os propósitos de preservar a memória da mídia brasileira e preparar as comemorações dos seus 200 anos. Em 2008, ano do bicentenário, a assembleia reunida durante o 6º Encontro Nacional da Rede Alcar, na Universidade Federal Fluminense, em Niterói/RJ, decidiu fundar a Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia e manter o nome Alcar.

Para mais informações confira o site ou mande e-mail para: alcarsul2018@gmail.com

 Por Giuli Ana Izolan, acadêmica de Jornalismo.