20 anos de pesquisa e extensão

Em duas décadas de existência a pesquisa e extensão sempre estiveram presentes no curso de Comunicação Social da Unijuí. Um programa de TV, produzido por Adriane Hanke, Cristiane Grumicker, Ediani Oliveira, Paola Machado e Suelen Haupt, em Produção de Vídeo II, no 1° semestre de 2015, buscou evidenciar os principais projetos que estiveram ou que estão em evidência no curso de Comunicação.

No programa intitulado VinteCom Projetos de Pesquisa e Extensão você encontra vários exemplos que abrangem desde os primeiros projetos desenvolvidos como “Ações de comunicação no meio rural” e os mais recentes como o Projeto Rondon e o Rádio, Tecnologias e Empreendedorismo na Escola. Acompanhe o programa que teve a orientação do professor Celestino Perin e edição de Celio Ferrazza.

Anúncios

Correndo atrás da máquina

Nada de parar no tempo, afinal o que seria da Comunicação se não fosse a tecnologia? Essa relação vai muito além e engloba o fazer jornalístico. Os impactos são visíveis. Essas mudanças, que englobam os vinte anos do curso de Comunicação, são abordadas em reportagem produzida na disciplina de Produção de Vídeo II, do primeiro semestre de 2015. Acompanhe na reportagem “Correndo atrás da máquina”. A produção é de Álvaro Falk Nascimento, Rafael de Andrade, Rafael Dill Keske, Pedro Urbano e Valdenir Marques com orientação do professor Celestino Perin.

Esse material você também confere no programa Faixa Universitária da TVCOM, um espaço destinado à divulgação de materiais audiovisuais produzidos pelas universidades gaúchas. É só clicar e conferir.

Duas décadas de transformações tecnológicas

Foram várias as mudanças que aconteceram nos vinte anos em que o curso de Comunicação Social existe na Unijuí. Trabalhar com essas ‘variáveis’ exige aperfeiçoamento. Confira o programete de Gabriel Garcia, da série “Vinte Com ‘contar’ histórias da Comunicação” que retrata essa questão.

Os ícones do curso de Comunicação

Desde 2011 ela faz sucesso no curso de Comunicação Social. Tem uma dúvida, ela responde. Precisa de alguma ajuda na matricula ou rematrícula? Ela ajuda. Estamos falando da Liane Rapachi, secretária do curso de Comunicação que volta e meia recebe convite para ser a funcionária homenageada ou amiga da turma em formaturas, mas qual será o segredo dessa fama toda? Adriane Hanke é quem aborda essa história que é mais uma da série de programetes “Vinte Com ‘contar’ histórias da Comunicação”.

Além disso, que tal ter seu nome anunciado como vencedor de um prêmio ou concurso? Legal, né! Ao longo desses 20 anos sobrou indicação e conquistas. Foram vários trabalhos acadêmicos que receberam destaque. Rafael de Andrade enfoca alguns cases de sucesso:

Vinte Com Talentos

A sexta-feira, 28, último dia do 15° Festicom, foi dedicada à mostra de talentos do curso de Comunicação Social. Por aqui, passam alunos com múltiplos talentos seja na música, na dança ou na arte de fotografar.

Por isso, quem compareceu ao último dia do Festicom pode acompanhar a exposição de fotos dos alunos Thomas Windmöller, Bianca Mielcke e José Cassiano Gubiani. Teve também apresentações musicais: Blood n’ Bones;  Fat and Slim e Robson Gomes e dança com os Publicitários de Jesus.

Durante a semana foram várias as atividades desenvolvidas. Confira no vídeo alguns momentos da semana acadêmica dos vinte anos do curso de Comunicação Social da Unijuí.

 

Lançamento de livros e premiação marcam penúltimo dia de Festicom

A quinta-feira, 27 de agosto, foi dedicada ao lançamento de dois livros da professora Vera Raddatz e também da premiação dos vencedores da mostra competitiva. As obras em destaque na sessão de autógrafos são: Educação e Comunicação para os Direitos Humanos e Comunicação Cultura e Fronteiras. 

DSC_0102

Educação e Comunicação para os Direitos Humanos é uma publicação da coleção Direitos Humanos e Democracia, do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNIJUÍ. Constitui-se de uma entrevista e oito textos de diferentes autores, cujas pesquisas são voltadas à educação para os direitos humanos na relação com a comunicação, sob o enfoque da educomunicação.

DSC_0115

Comunicação Cultura e Fronteiras: organizado em parceria com Karla Maria Müller (UFRGS), está sendo publicado pela Coleção Linguagens, do Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação – DACEC, também da UNIJUÍ. O ponto central da obra são as fronteiras, especialmente as fronteiras culturais, que são tecidas junto às fronteiras geopolíticas.

Lembrete: Os livros podem ser comprados na Planeta Livros (Prédio C) com preço especial até a semana que vem. Educação e Comunicação para os Direitos Humanos tem custo de R$ 45,00 e Comunicação Cultura e Fronteiras, R$ 50,00.

Na oportunidade a professora Vera Raddatz destacou alguns tópicos importantes para o desenvolvimento de uma pesquisa. Ela deu algumas dicas:

  • Escolher o objeto e o objetivo;
  • Conhecer o objeto;
  • Cercar-se de autores de referência;
  • definir metodologia de pesquisa;
  • Socializar resultados;
  • Estabelecer parcerias;
  • Redescobrir o objeto;
  • Trabalhar e contextualizar o objeto a partir do seu lugar de fala.

VENCEDORES DA MOSTRA COMPETITIVA DO FESTICOM

Ontem também foi o dia de conhecer os vencedores da mostra competitiva do Festival. Foram 55 trabalhos inscritos que foram avaliados por dez jurados das diferentes áreas. Os trabalhos não continham os nomes dos alunos e eram apresentados aos jurados identificados por letras para garantir a isenção no momento do julgamento, ou seja, nenhum jurado sabia a quem pertencia o trabalho que estava avaliando. Seguindo uma mudança que já havia sido realizada no regulamento no ano passado, para permitir que os alunos pudessem inscrever mais produções, foi definido que um mesmo aluno poderia inscrever até três trabalhos por modalidade. Portanto, um mesmo aluno pode ficar com o primeiro e o segundo lugar, caso as suas médias tenham sido as maiores nos dois trabalhos inscritos.

Vamos conhecer os vencedores?

Áudio Publicitário:

1º Jingle Casas Bahia

Aluno: Leonardo Mello

2º A HISTÓRIA DE LIS

Aluno: Dielisson de Lima

Campanha Publicitária:

1º Los Paleteros

Aluna: Caroline Costa

DSC_0149

DSC_0177

Comunicação Experimental em Áudio:

 1º SOB DEMANDA

Aluna: Caroline Costa

PETROBRAS PROGRAMETE

Aluna: Caroline Costa

Comunicação Experimental em Vídeo:

1º MEU FILME

Aluna: DANÚBIA GOIS

 2º THE LEGS – ACÚSTICO 2014

Aluno: Renan Person

DSC_0220

DSC_0163

 Fotografia Publicitária:

1º Leite – Café da Manhã

Aluna: Michele Dalla Costa

2º TEMPO

Aluna: MICHELE DALLA COSTA

Produção Multimídia:

1 º MATERNIDADE, LÚPUS E DIFICULDADES

Aluna: Amanda Lima

Produção em Áudio:

 1º Documentário Taffarel, o vencedor

Aluno: Robson Girardon

2º O repórter esportivo

Aluna: Valéria Foletto

 Produção em Foto:

1º Fotos

Aluna: Ediani Oliveira

Produção em Texto:

1º Incentivo ao trabalho no campo

Aluno: Gabriel Garcia

2º O mercado fonográfico em transição  

Aluno: Robson Girardon

Produção em Vídeo:

1º Nota por Nota  

Aluna: Deise Krug

2º Matéria Brinquedoteca – K1

Aluna: Ana Louíse Diel

Comunicação Digital:

1º Projeto Mais Relações Públicas

Aluno: Luís Meneghetti

Publicidade Gráfica:

1º Três Porquinhos Intrínseca

Aluna: Jéssica Soares

Vídeo Publicitário:

1º Guz: o cão que conheceu a Pedigree

Aluno: José Valduga

2º Friends DC e Marvel

Aluna: Jéssica Soares

Projeto de assessoria de comunicação:

1º Plano de Prevenção e Gerenciamento de Crises para a empresa Infoly Sistemas e Serviços para a Internet

Aluna: Andressa Zucatto

Programação de hoje: 28 de agosto: Vinte Com talentos

Noite dedicada à mostra de talentos dos alunos, professores e funcionários do curso seguida de festa “Time Machine” dos 20 anos no Biras Stúdio, Rua do Comércio 1330 – garagem.

Jornalismo Rural em destaque no terceiro dia do Festicom

DSC_6489

Por que não jornalismo agropecuário? Essa foi a indagação que permeou o dia de ontem, tanto na oficina realizado na parte da tarde, como na palestra de ontem à noite por Ricardo Cunha. Com vasta experiência na área, contada em 29 anos, o jornalista, dentre as várias questões, destacou os principais passos que o levou a trabalhar nesse segmento e o diferencial dessa área do jornalismo se comparado com outras.

Como um dos pontos de partida, Ricardo enfatizou aspectos dessa área: o setor agropecuário é o mais concorrente na economia e representa 21% do PIB – Produto Interno Bruto. Trabalhar nessa área segundo ele, requer um engajamento e um cuidado na hora da divulgação da informação. Ainda segundo ele a vergonha deve ser deixada em casa e explicar todos termos técnicos, mesmo que isso exija mais horas de pesquisa e mais tempo com o entrevistado. É imprescindível também pensar no contato com as fontes e o detalhe das informações: “Um diferencial importante nessa área é trabalhar com o detalhe. Tem que ter a preocupação de trazer os fatos bem explicados”.

A tecnologia também está inserida nesse segmento. Ao longo dos anos o jornalismo rural ganhou espaço em vários canais. Atualmente, segundo Ricardo, a informação pode ser facilmente encontrada em programas de rádio, TV, sites, blogs e outros e cada vez mais a segmentação em revistas especializadas sobre algum aspecto específico também entra em destaque.

Programação de hoje:

27 de agosto: Vinte Com premiação e autógrafos

Noite dedicada ao lançamento de livros da professora Vera Raddatz: “Educação e Comunicação para os Direitos Humanos” e “Comunicação Cultura e Fronteiras”. Além disso, na oportunidade será realizada a premiação dos vencedores da mostra competitiva.