Curso de Jornalismo lança série temática para abordar questão ambiental em Ijuí

O projeto “Ambiente-se, você faz parte todo” é produção de disciplinas da ênfase curricular em Multimídia

18404054_1164768213651008_4941133754236438622_o

Para lançar um debate sobre um dos grandes temas contemporâneos, a turma do sétimo semestre de Jornalismo propôs uma série em que aborda a temática ambiental com vídeos curtos, áudios em linguagem bem-humorada, dicas educativas e reportagens em diferentes linguagens: texto, foto, vídeo. A produção faz parte da ênfase em multimídia do curso, que neste ano conta com as disciplinas de Produção Multimídia II, Produção de Vídeo II, Produção de Áudio II e Produção de Foto II.

Uma página no Facebook agrega os conteúdos produzidos para outras mídias, como os sites medium e YouTube, e a produção em áudio será veiculada no rádio. Para a etapa de preparação, a professora Francesca Ferreira, coordenadora do curso de Biologia da Unijuí e presidente da Associação Ijuiense de Proteção ao Ambiente Natural (Aipan) foi convidada para uma aula de Produção Multimídia II, para conversar com a turma sobre os principais problemas e questões ambientais do município. A partir disso, em grupos, os acadêmicos fizeram pesquisas sobre a temática e organizaram oito pautas, que serão publicadas todas as quintas-feiras na página do Facebook. A primeira delas, que foi publicada nessa quinta, 11, tem justamente a professora Francesca como fonte.

Já para a produção em áudio, os alunos da ênfase estão trabalhando com uma série de programetes em formato de tiras radiofônicas. Foram criados personagens que  representam questões relacionadas ao meio ambiente, como: família plástico, dona borra de café, senhora casca (representando a casca de banana), a latinha, entre outros. As tiras estão sendo produzidas em grupos, com a perspectiva de que por meio de uma linguagem bem humorada e simples, utilizando recursos como voz, interpretação, efeitos sonoros e música, o conteúdo crie uma maior proximidade com o receptor e possa sensibilizá-lo para a questão de que o ambiente em que vivemos é de todos e, portanto, a responsabilidade também é de todos. Colaborou com a reflexão sobre o tema da ênfase em Produção de Áudio I, o professor do Mestrado em Direitos Humanos, Daniel Cenci.

Paralelamente à produção para a internet e para o rádio, os acadêmicos também estão produzindo documentários na disciplina de Produção de Vídeo II. As produções abrangem o ciclo das águas na região, o saneamento básico, a relação entre seres humanos e animais, e ainda as plantas medicinais e os princípios ativos nos sistemas agroflorestais.

Na postagem que apresenta o projeto no Facebook, destaca-se a necessidade de se pensar nas ações individuais, articuladas às políticas públicas: “O que fazemos individualmente importa, mas atitudes isoladas não mudam cenários. Precisamos pensar o individual e o coletivo de modo imbricado, lembrar que somos parte do todo, e que para viver num mundo melhor, hoje e no futuro, a responsabilidade, em ações ou em cobrança por políticas públicas, passa por nós.”

As disciplinas da ênfase são ministradas pelas professoras Lara Nasi (Produção Multimídia e Produção de Foto), Vera Raddatz (Produção de Áudio) e Celestino Perin (Produção de Vídeo).

Anúncios

Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental chega à 4ª edição

17361726_261043457674513_8417818031745285410_n

O Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental está na sua quarta edição e consolida-se como iniciativa para valorizar reportagens de jornalistas e estudantes de jornalismo sobre o tema. O evento busca contemplar matérias que destaquem boas iniciativas em prol da preservação ambiental publicadas em veículos de comunicação do Rio Grande do Sul.

A cerimônia de lançamento da edição 2017 do prêmio ocorre no dia 04 de abril, às 10h, no Jardim Lutzenberger, da Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre. O Prêmio é uma parceria entre a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental – Seção RS (ABES-RS), Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e Braskem.

A premiação contempla seis categorias – jornalismo impresso, fotojornalismo, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo e Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário. Confira mais informações na página do facebook do evento.

Participe você também!

Jornalismo Ambiental em pauta

pr--mio-de-jornalismo-ambiental-jpg1427762146

Estão abertas as inscrições para o 2° Prêmio Lutzenberger de Jornalismo Ambiental, promovido em parceria pela ARI (Associação Riograndense de Imprensa), ABES-RS (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental do RS) e a Braskem. O período para inscrever trabalhos encerra no dia 31 de agosto.

O prêmio tem como objetivo incentivar a divulgação de experiências positivas, com destaque para a aplicação de novas tecnologias, em especial na área do saneamento ambiental, bem como esforços de empresas e entidades, escolas e universidades, pessoas e instituições públicas e privadas na busca de soluções para o setor.

Para concorrer as matérias devem ter sido publicadas entre 1º de agosto de 2014  e 31 de julho de 2015. As categorias que recebem trabalhos são as seguintes: Jornalismo impresso; Fotojornalismo; Radiojornalismo; Telejornalismo; Webjornalismo e Estudante de Comunicação – Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário.

Podem participar do prêmio somente jornalistas com atuação no Rio Grande do Sul, registrados na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e estudantes devidamente matriculados em cursos de Jornalismo. Cada profissional/estudante poderá participar com no máximo três trabalhos em cada categoria, que tenham sido publicados ou divulgados (isoladamente ou em série) em veículo com circulação ou atuação regular dentro do Estado. Além disso, nas matérias com mais de um autor todos os integrantes da equipe deverão ser identificados na ficha de inscrição. O prêmio ou troféu será entregue a um deles, indicado como “autor titular”.

Mais informações você confere no site e no regulamento.

Jornalismo e meio ambiente em pauta

cropped-cropped-enpja_capa_caixola20152

Nos dias 20 e 21 de outubro acontece o III Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental. O evento é parte da programação do VI Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental (CBJA), que segue até 22 de outubro. As produções devem ter como ênfase a temática sobre jornalismo e meio ambiente e se encaixar em uma das categorias:

Comunicação Livre: engloba grupos de pesquisa, doutores, doutorandos, mestres, mestrandos.

Iniciação Científica: abrange graduandos com orientadores.

A inscrição do trabalho pode ser feita até o dia 30 de junho. Mais informações você confere no blog do evento.

O objetivo do evento é abrir espaço para reflexões sobre as pesquisas realizadas no campo do jornalismo ambiental, com enfoque na função social do jornalismo no fomento da discussão de questões ambientais.