O DACOM precisa de você

O-Diretório-Acadêmico-precisa-de-vocêNo final de novembro, abrirá o edital para as eleições dos Diretórios Acadêmicos da Universidade. Segundo o secretário do Diretório Acadêmico Central Pra Mudar Unijuí, Mateus Soares, como nos outros anos não houve procura para eleição de um Diretório Acadêmico da Comunicação (DACOM), o edital para os cursos da COM seria ofertado no próximo ano, “para que o pessoal consiga se organizar em chapas e concorrer e também para que as eleições não caiam em semana de prova, no entanto, como esse ano houve procura dos próprios alunos da comunicação para um novo Diretório Acadêmico, as eleições serão feitas no final de novembro”.

O edital ainda não foi lançado, entretanto, Mateus adiantou algumas das regras solicitadas pelo DCE: é preciso inscrever seis membros sendo: o Presidente, o Vice-Presidente, um Secretário e um Vice-Secretário, um Tesoureiro e um Vice-Tesoureiro, e são permitidos mais seis colaboradores que não precisam necessariamente ter um cargo, mas que ajudem na gestão. “Após o término das inscrições das chapas é feita a homologação para ver se os documentos estão certos, então é solicitada a identidade, CPF, cartão de estudante e comprovante de matrícula. Caso tiver mais de uma chapa, ocorre a eleição com urna itinerante que passa nas salas. É feita a contagem de votos e anunciada a chapa vencedora”, explica.

Função do Diretório Acadêmico

O Diretório Acadêmico é responsável pela representação dos estudantes perante à Universidade. Além disso, o diretório participa do conselho de DCA e DA que é uma instância dentro do DCE que debate os problemas menos graves da instituição, responsável por pequenas, mas importantes medidas da representação estudantil. O diretório também é responsável por conseguir a liberação do FAE (Fundo de Atividades Estudantis). Para a liberação desse Fundo é preciso à assinatura dos integrantes do diretório acadêmico. Todo ano o valor do FAE é renovado e neste ano o valor para os cursos da comunicação é de R$1.391,00, sendo que para 2018 existe a previsão de aumento em 20%.

O publicitário Fábio da Costa Petry, presidente do DACOM na gestão de 2009/2010, comenta sobre esta experiência: “A responsabilidade e a possibilidade de executar ações mais concretas, com resultados em curto prazo, me trouxeram a certeza que para fazer a diferença basta querer. Na parte pessoal, penso que todos da gestão que participei tiraram algum proveito. Das risadas aos desentendimentos, aprendemos “na marra” como era trabalhar em equipe, como era confiar no próximo, como nos organizar como entidade. Essas características estão presentes em cada um dos colegas, mesmo que tenhamos traçando caminhos diferentes”.

Para Petry, a ação mais significativa foi a “DIGA NÃO A EXTINÇÃO – Proteja os animais da Comunicação”, que mobilizou a maior parte dos alunos de Comunicação Social em prol de algumas reivindicações como: computadores de baixo rendimento, a liberação de acesso a sites de redes sociais e bancos para o prédio da comunicação que não existiam. Também houve participações junto ao colegiado para facilitar o acesso do FAE que facilitava a organização de eventos e viagens dos acadêmicos.

O Diretório Acadêmico, segundo Fábio, é a ponte entre os interesses dos alunos com a universidade, responsável em organizar atividades que proporcionem a melhoria da qualidade do ensino superior, além de realizar ou auxiliar em todas as confraternizações. No caso de um Diretório Acadêmico de Comunicação essas atribuições devem servir como um guia, mas não como limitador. “Acadêmicos de Comunicação Social devem ser inquietos e questionadores, devem ser elementos de transformação pessoal e comunitária, com isso as atribuições do DACOM devem ir até onde for necessário para atingir o melhor bem comum possível”, afirma.

Ficou interessado em montar uma chapa para o Diretório Acadêmico da Comunicação? Para mais informações acesse a página do DCE no facebook.

Anúncios

Dia Nacional do Cinema Brasileiro: Pegue a pipoca

Dia-nacional-do-cinema-Brasileiro

Neste domingo, 05 de novembro, é comemorado o Dia Nacional do Cinema Brasileiro. A data homenageia a primeira exibição cinematográfica pública do País,  evento que aconteceu em 1896, no Rio de Janeiro. Em alguns lugares a comemoração é feita no dia 19 de junho, que foi realizada a primeira filmagem em terras brasileiras. A filmagem retrata uma “vista” da Baía de Guanabara, filmada pelo italiano Alfonso Segreto, em 1898.

Desde sua criação, o cinema é uma atividade acessível e próxima do espectador. A proposta surgiu como uma forma de diversão popular. Em 1975, o Brasil possuía cerca de 3300 salas cinema, sendo 80% apenas em cidades do interior, região que reunia toda a população local para exibir os filmes.

Para comemorar essa data, separamos algumas dicas de filmes brasileiros. Confere aí:

 

O auto da compadecida

O auto da compadecida (2000)

A adaptação da obra de Ariano Suassuna conta a história de João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. Eles lutam pelo pão de cada dia tentando enganar todos do pequeno vilarejo de Taperoá, no sertão da Paraíba. A salvação da dupla acontece com a aparição da Nossa Senhora (Fernanda Montenegro).

 

Dois filhos de Franscisco

Dois filhos de Francisco (2005)

O filme conta a trajetória de Zezé Di Camargo e Luciano até ao estrelado. A emocionante história dos meninos que saíram da roça em busca de seu sonho de virar cantor e a luta incessante do pai para ajudar neste sonho.

 

Tropa de elite

Tropa de Elite (2007) Capitão Nascimento (Wagner Moura) está à procura de um substituto para seu cargo. Dois amigos de infância tornam-se policiais e se destacam pela honestidade e honra ao realizar suas funções, se indignando com a corrupção existente no batalhão.

 

Meu nome não é jonhy

Meu nome não é Jonhy (2008)

João Guilherme Estrella (Selton Mello) nasceu em uma família de classe média do Rio de Janeiro. Conheceu o universo das drogas, sem nunca pisar numa favela, se tornou o maior vendedor de drogas do Rio de Janeiro.

 

Era uma vez

Era uma vez (2008) O filme que ficou conhecido como Romeu e Julieta brasileiro, conta a história de Dé (Thiago Martins),  um menino que nasceu na favela e se apaixonou pela filha de um milionário, Nina (Vitória Frate).

 

Assalto ao banco central

 

Assalto ao banco central (2011) 

O filme conta como foi planejado e executado o segundo maior roubo de bancos do mundo, que aconteceu em Fortaleza, no Ceará.

 

 

 

Os homens são de marte… E é pra lOs homens são de marteá que eu vou (2014)

Fernanda (Mônica Martelli) trabalha na organização de casamentos. Solteira aos 39 anos, ela passa a maior parte do tempo procurando o grande amor de sua vida e até modifica toda ela para ir atrás de um homem.

 

Julio Sumiu

Julio sumiu (2014)

Após o sumiço do filho Julio (Pedro Nercessian), Edna (Lilia Cabral) vai à procura de seu filho na delegacia com Eustáquio (Dudu Sandroni), seu marido, mas eles são destratados pelo delegado adjunto J. Rui (Augusto Madeira), que estava mais interessado em conquistar a colega de trabalho Madalena (Carolina Dieckmann). Após receber um recado que o filho está com Tião Demônio (Leandro Firmino), o chefão do tráfico do morro ao lado, Edna decide ir até lá negociar. Surpreendida por um tiroteio, ela acaba guardando 20 kg de cocaína para o traficante que, em troca, promete libertar Julio. O problema é que Sílvio (Fiuk), ao descobrir a cocaína, decide vendê-la.

Mais forte que o mundo

Mais forte que o mundo (2016) 

José Aldo (José Loreto) encontra na luta um jeito para desligar-se do mundo e dos problemas com o pai. Procurando um futuro melhor, ele se muda para o Rio de Janeiro e vai morar de favor no alojamento de uma academia.

 

Sob pressão

Sob Pressão (2016)

O doutor Evandro (Julio Andrade) e sua equipe, formada pelos doutores Paulo (Ícaro Silva) e Carolina (Marjorie Estiano), é a história da realidade de muitos hospitais do Brasil, no filme os médicos operam e salvam vidas com estruturas muito precária que em alguns lugares isso seria impossível e inacreditável de se fazer.

 

Artigo baseado em dados do Adoro Cinema e Colégio Novo Espaço

Apresentações dos TCCs inicia na segunda-feira

Está chegando ao fim o último semestre da faculdade para a turma de formandos de Comunicação Social da UNIJUÍ. A defesa dos Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC é o momento em que o aluno apresenta seu trabalho para uma banca composta pelo professor orientador e professor avaliador e já estão com as datas marcadas. Elas iniciam na próxima segunda-feira, 03 de julho, e são abertas ao público que tiver interesse em assistir.

Se você está interessado em acompanhar as apresentações confira a agenda e o tema das defesas:

Tabela

 

 

Professoras participam de Congresso de Estratégias Criativas

As professoras do curso de Comunicação Social da Unijuí Márcia Almeida, Marcia Formentini, Nilse Maldaner, Rúbia Schwanke e Sílvia Frants, participaram do Congresso de Estratégia Criativa 2017. Realizado pelo Grupo de Planejamento do Rio Grande do Sul, o evento aconteceu no dia 3 de abril, no Teatro do Bourbon Country, e teve como objetivo instigar as pessoas para mudanças, tirando-as da zona de conforto profissional, provocando-as a pensar novas formas de trabalho.

17759869_10212625519337420_2733365622109029910_n

Foram dez convidados de diferentes áreas e nacionalidade que trouxeram histórias inspiradoras sobre como saltaram para o desconhecido e transformaram modelos em sua área de negócio. O evento foi uma oportunidade importante para a atualização e acompanhamento das discussões e tendências do mundo corporativo e o impacto das mudanças no ambiente mercadológico e, de modo especial, na Comunicação Publicitária.

Congresso de Estratégia Criativa está com inscrições abertas

banner_site.png

Realizado pelo Grupo de Planejamento do Rio Grande do Sul, acontece no dia 3 de abril, no Teatro do Bourbon Country, das 9h às 19h, o Congresso de Estratégia Criativa 2017. O objetivo é realizar um evento pensado para que você se sinta provocado pela mudança. São onze convidados de diferentes áreas e nacionalidades trazendo histórias inspiradoras sobre como saltaram para o desconhecido e transformaram modelos em sua área de negócio. Confira:

speak.png

O ingresso pode ser adquirido pelo site do evento. Os valores estão organizados em três lotes, com ingressos limitados. Sendo o 1º lote de R$ 290 até o dia 28 de fevereiro. Compras corporativas ou em grupo com 5 inscrições ganham 10% de desconto. Seis ou mais inscritos ganham 15%. Para confirmar sua inscrição promocional nesta modalidade, escreva para contato@gprs.com.br informando o nome dos inscritos e o grupo enviará um código promocional para concluir a compra no site.

Você pode fazer o pagamento por boleto ou cartão de crédito. Confira mais informações sobre o pagamentos aqui.

As professoras de de Publicidade e Propaganda do nosso curso estão organizando uma viagem para o evento. Entre em contato pelos e-mails (nilsem@unijui.edu.br; rubia.s@unijui.edu.br; marcia.almeida@unijui.tche.br; silvia.frantz@unijui.edu.br) e veja como participar e adquirir seu ingresso com desconto. Não deixe de participar!

 

 

 

 

Projeto estimula a leitura e a sensibilidade no campus

grafite-por-pedro

O Projeto Descongele suas Ideias será lançado quarta-feira, dia 16/11, no campus Ijuí, com o intuito de estimular a leitura e a sensibilidade de estudantes, professores e visitantes da Universidade. Caracteriza-se pela implantação de geladeiras com livros em espaços públicos do campus da Unijuí. A ideia, já desenvolvida em outras cidades brasileiras, foi trazida para a universidade pela mestranda em Direitos Humanos Juliana Oliveira Santos e o projeto está adscrito ao Núcleo de Educação e Informação em Direitos Humanos, junto ao Programa de Pós- Graduação em Direito – Mestrado em Direitos Humanos e conta com o apoio da Unijuí.

O acervo público constitui-se de livros literários – inclusive infantis – e de diversas ciências e áreas como filosofia, sociologia, psicologia, educação, biologia, etc, exceto os livros didáticos. Quem circular pelo campus pode ler enquanto estiver próximo a um dos locais das geladeiras e depois devolver o livro à geladeiroteca. Se quiser continuar a leitura, pode retirá-lo e devolvê-lo no prazo de uma semana, mediante a assinatura de uma lista que está no congelador. A aposta é na responsabilidade e zelo de cada um.

A iniciativa fundamenta-se em quatro eixos: Gosto pela Leitura, Educação e Ser Humano, Sustentabilidade e Sensibilização para a Arte. O ato de lançamento do Projeto se dará de modo interativo com o público, que pode acompanhar a grafitagem das geladeiras no campus, quarta-feira, a partir das 14 h na parada de ônibus em frente ao prédio da biblioteca. O trabalho artístico será executado por Pedro Benjamin Ferreira da Silva – O Chimia – de Passo Fundo que trabalha com este tipo de arte há dois anos e executou trabalhos recentemente em Aracaju. O grafiteiro vai trabalhar quarta e quinta nesta arte e participa no dia 17, quinta, das 16h às 17h, da terceira edição do NEIDH Café & Conversa, no bistrô Gasteiz Vitoria, do hall do prédio da biblioteca campus Ijuí.

O Projeto é coordenado pelos Professores Maiquel Wermuth e Vera Raddatz e Mestranda Juliana Santos.

Toda a comunidade pode contribuir com o projeto doando livros. As doações podem ser encaminhadas à Secretaria do Mestrado em Direitos Humanos, campus Ijuí. Participe e Descongele suas ideias!

Texto – Vera Raddatz

Usina de Ideias e Laboratório de Fotografia abrem processo seletivo

teaser seleção

Você está interessado em ampliar seus conhecimentos profissionais? Então fique ligado que estamos com processo seletivo aberto para o ingresso de estagiários. São duas vagas e os interessados podem realizar a inscrição até o dia 9 de agosto. Basta preencher o formulário de inscrição no site e anexar o currículo.

São duas vagas. A primeira é para a Usina de Ideias: os interessados devem ter disponibilidade para atuar por 30 horas semanais, no turno da tarde. O valor da bolsa auxílio é de R$ 780,00. É exigido que os candidatos estejam cursando no mínimo o 3º semestre de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda e ter conhecimentos básicos em Illustrator e/ou Photoshop.

A segunda é para o Laboratório de Fotografia: os interessados devem dispor de 20 horas semanais para atuar no turno da tarde. O valor da bolsa auxílio é de R$ 520,00. É exigido que os candidatos estejam cursando no mínimo o 3º semestre do curso de Jornalismo e Comunicação Social habilitação Publicidade e Propaganda, tenham cursado qualquer componente curricular de fotografia e tenham conhecimento básico em Illustrator e/ou Photoshop.

A seleção dos novos estagiários será feita por meio da análise de currículo e entrevista com banca examinadora no dia 10 de agosto, às 14 horas, na Coordenadoria de Recursos Humanos – Prédio da Biblioteca. Os candidatos deverão comparecer munidos do Currículo impresso e documentado, contendo cópia da identidade e CPF, da matrícula de graduação atualizada, histórico escolar da graduação, e possuir comprovante de participação em cursos e experiência profissional. O não cumprimento de qualquer exigência deste edital pode eliminar o candidato em qualquer fase do processo seletivo.

Confira o edital e não perca essa oportunidade!