Google investe em programas para combater Fake News

GOOGLE FAKE NEWSNós, como futuros comunicadores, sabemos da importância de informar o público da melhor maneira possível, prezando sempre pela veracidade e credibilidade das informações. No entanto, com a disseminação das redes sociais, as chamadas Fake News – ou notícias falsas – vêm moldando o cenário atual com uma enxurrada de informações todos os dias. Sabemos que, no entanto, para a maioria da população, é difícil diferenciar o que é informação verdadeira da que é falsa. Desta maneira, o próprio Google reitera que “ao passo que a demanda pelo jornalismo de qualidade está mais alta do que nunca, os negócios no jornalismo estão sob pressão, já que as publicações em todo o mundo encaram os desafios de uma transição do setor para o digital”.

Pensando em medidas para combater as notícias falsas e fazer com que o jornalismo seja levado a sério, o Google publicou, em seu blog oficial, que ampliará seus investimentos em programas para checagem de fatos. Os programas incluem desde os resultados de pesquisa até a plataforma Youtube, na qual haverá uma seção de vídeos verificados denominados Top News.

A ideia é se unir às mídias confiáveis, dando destaque e propiciando o compartilhamento de fontes seguras. Na matéria divulgada pelo Blog do Google, são citados programas como o Disinfo Lac, que tem o intuito de combater as Fake News levando em conta os últimos acontecimentos, como, por exemplo, as eleições de 2016.

Com a evolução dos negócios, o Google colabora com empresas de notícias para ampliar suas receitas de publicidade digital. Por isso, o plano é lançar o “Assine com o Google”, uma forma rápida e fácil de atrair novos assinantes para consumir informes jornalísticos.

Recentemente, a empresa lançou o Google News Iniciative (GNI), criado para fortalecer o jornalismo na era digital, pois, como cita Philipp Schindler, Vice-Presidente de Notícias do Google, o jornalismo de qualidade é prioridade para o Google. “Sabemos que o sucesso só pode ser alcançado com trabalho em conjunto e estamos ansiosos para trabalhar ao lado do setor de notícias para construir um futuro mais forte para o jornalismo”, afirmou Philipp em nota divulgada pelo blog oficial da empresa.

Para saber mais acesse o Blog do Google.

Daniella Koslowski, acadêmica de Jornalismo.