Dia Nacional do Cinema Brasileiro: Pegue a pipoca

Dia-nacional-do-cinema-Brasileiro

Neste domingo, 05 de novembro, é comemorado o Dia Nacional do Cinema Brasileiro. A data homenageia a primeira exibição cinematográfica pública do País,  evento que aconteceu em 1896, no Rio de Janeiro. Em alguns lugares a comemoração é feita no dia 19 de junho, que foi realizada a primeira filmagem em terras brasileiras. A filmagem retrata uma “vista” da Baía de Guanabara, filmada pelo italiano Alfonso Segreto, em 1898.

Desde sua criação, o cinema é uma atividade acessível e próxima do espectador. A proposta surgiu como uma forma de diversão popular. Em 1975, o Brasil possuía cerca de 3300 salas cinema, sendo 80% apenas em cidades do interior, região que reunia toda a população local para exibir os filmes.

Para comemorar essa data, separamos algumas dicas de filmes brasileiros. Confere aí:

 

O auto da compadecida

O auto da compadecida (2000)

A adaptação da obra de Ariano Suassuna conta a história de João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. Eles lutam pelo pão de cada dia tentando enganar todos do pequeno vilarejo de Taperoá, no sertão da Paraíba. A salvação da dupla acontece com a aparição da Nossa Senhora (Fernanda Montenegro).

 

Dois filhos de Franscisco

Dois filhos de Francisco (2005)

O filme conta a trajetória de Zezé Di Camargo e Luciano até ao estrelado. A emocionante história dos meninos que saíram da roça em busca de seu sonho de virar cantor e a luta incessante do pai para ajudar neste sonho.

 

Tropa de elite

Tropa de Elite (2007) Capitão Nascimento (Wagner Moura) está à procura de um substituto para seu cargo. Dois amigos de infância tornam-se policiais e se destacam pela honestidade e honra ao realizar suas funções, se indignando com a corrupção existente no batalhão.

 

Meu nome não é jonhy

Meu nome não é Jonhy (2008)

João Guilherme Estrella (Selton Mello) nasceu em uma família de classe média do Rio de Janeiro. Conheceu o universo das drogas, sem nunca pisar numa favela, se tornou o maior vendedor de drogas do Rio de Janeiro.

 

Era uma vez

Era uma vez (2008) O filme que ficou conhecido como Romeu e Julieta brasileiro, conta a história de Dé (Thiago Martins),  um menino que nasceu na favela e se apaixonou pela filha de um milionário, Nina (Vitória Frate).

 

Assalto ao banco central

 

Assalto ao banco central (2011) 

O filme conta como foi planejado e executado o segundo maior roubo de bancos do mundo, que aconteceu em Fortaleza, no Ceará.

 

 

 

Os homens são de marte… E é pra lOs homens são de marteá que eu vou (2014)

Fernanda (Mônica Martelli) trabalha na organização de casamentos. Solteira aos 39 anos, ela passa a maior parte do tempo procurando o grande amor de sua vida e até modifica toda ela para ir atrás de um homem.

 

Julio Sumiu

Julio sumiu (2014)

Após o sumiço do filho Julio (Pedro Nercessian), Edna (Lilia Cabral) vai à procura de seu filho na delegacia com Eustáquio (Dudu Sandroni), seu marido, mas eles são destratados pelo delegado adjunto J. Rui (Augusto Madeira), que estava mais interessado em conquistar a colega de trabalho Madalena (Carolina Dieckmann). Após receber um recado que o filho está com Tião Demônio (Leandro Firmino), o chefão do tráfico do morro ao lado, Edna decide ir até lá negociar. Surpreendida por um tiroteio, ela acaba guardando 20 kg de cocaína para o traficante que, em troca, promete libertar Julio. O problema é que Sílvio (Fiuk), ao descobrir a cocaína, decide vendê-la.

Mais forte que o mundo

Mais forte que o mundo (2016) 

José Aldo (José Loreto) encontra na luta um jeito para desligar-se do mundo e dos problemas com o pai. Procurando um futuro melhor, ele se muda para o Rio de Janeiro e vai morar de favor no alojamento de uma academia.

 

Sob pressão

Sob Pressão (2016)

O doutor Evandro (Julio Andrade) e sua equipe, formada pelos doutores Paulo (Ícaro Silva) e Carolina (Marjorie Estiano), é a história da realidade de muitos hospitais do Brasil, no filme os médicos operam e salvam vidas com estruturas muito precária que em alguns lugares isso seria impossível e inacreditável de se fazer.

 

Artigo baseado em dados do Adoro Cinema e Colégio Novo Espaço

Anúncios

Egressa da Unijuí é classificada em 4º lugar no Concurso de Fotografia do Projeto Rondon

Ana Louíse Diel, egressa do curso de Jornalismo da Unijuí, classificou-se em 4º lugar no Concurso de Fotografia do Projeto Rondon. A jovem participou da Equipe Unijuí na Operação Tocantins – Conjunto B de Ações, no município de Aparecida do Rio Negro, em Tocantins, nos meses de janeiro/fevereiro de 2017.

ana-jpg1509472676

Foto: Ana Louíse Diel – Aparecida do Rio Negro/TO

O Júri Técnico foi composto pelos profissionais da área Tereza Sobreira, Alexandre Manfrim, André Coelho, Jonhson Barros e Ueslei Marcelino. Ojúri popular manifestou suas preferências por meio de likes no facebook.

De acordo com a publicação do Projeto Rondon, o Concurso teve como objetivo homenagear os 50 anos da primeira operação do Projeto Rondon, além de incentivar a arte da fotografia, oportunizando o reconhecimento de talentos, a produção de imagens, e resgatar uma memória ímpar de tudo o que já foi realizado até o presente momento em todas as operações do projeto.

Para Ana Louíse, foi inesquecível para todos que fizeram parte do projeto. “É uma vivência que marca e deixa boas lembranças para a vida! Por isso, ser Rondonista deve ser o reflexo também de nossas ações do cotidiano, de pequenos atos que podemos fazer para ajudar o próximo. Acho que o Rondon é aquilo que fazemos nele, com ele e para além dele. Por isso, decidi inscrever uma das mais de 4 mil fotografias que tirei durante os 20 dias de operação no Tocantins. Assim pude mostrar um pouco do grandioso trabalho que nossa equipe integrada com a USP (Universidade de São Paulo) desenvolveu na cidade de Aparecida do Rio Negro/TO” comenta a egressa.

Segundo Ana, a fotografia premiada é de toda a equipe que se empenhou para proporcionar os melhores aprendizados e momentos para o os aparecidenses. A fotografia de Ana concorreu entre 27 fotografias. O resultado foi divulgado no dia 30 de outubro. Outras informações em http://www.projetorondon.defesa.gov.br/portal. Confira abaixo os resultados do concurso.

A classificação do 1º ao 4º lugar:

Nome

Operação

Total likes x 2

Total Júri Técnico x 5

Total Geral

Mateus Victor Coppe Serra do Cachimbo

1510

1330

2840

Ester Sabino Santos Rondônia Cinquentenário

286

2105

2391

Guilhardes Júnior Portal da Amazônia

506

1840

2346

Ana Louíse Diel Tocantins

680

1640

2320

Fonte: Portal Unijuí