Caravana Gemis discute violência contra a mulher na Unijuí

A Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí) recebe nos dias 8 e 9 de junho a Caravana Gemis, projeto realizado pelo grupo Gênero, Mídia e Sexualidade (Gemis) com o apoio do Fundo Fale Sem Medo. O evento levará aos estudantes de comunicação social da instituição e à comunidade a oportunidade de reflexão sobre a construção das notícias que abordam a temática da violência contra a mulher. A caravana contempla a realização da oficina “Gênero e interseccionalidades: sensibilizando jornalistas no trato com a diferença”, realizada no dia 8, às 19h30min, na sala B6 do prédio B, e da palestra “Mídia, gênero e construção da realidade: a naturalização da violência contra a mulher”, realizada no dia 9, às 19h30min, no Salão Azul do prédio da Biblioteca da Unijuí.
grupo gemis %282%29

Foto: Divulgação / Grupo Gemis

O objetivo do projeto é sensibilizar os futuros comunicadores, especialmente aqueles que atuarão no campo jornalístico, acerca da produção de sentidos sobre a violência de gênero através das notícias. Por isso, ao longo de 2016 o Grupo Gemis realizará palestras e oficinas em 22 faculdades de jornalismo do Estado do Rio Grande do Sul com a Caravana Gemis. O projeto foi um dos 30 selecionados no 3° Edital do Fundo Fale Sem Medo, parceria entre o Instituto Avon e o ELAS Fundo de Investimento Social, que tem como meta fomentar iniciativas que promovam o enfrentamento da violência contra a mulher.

grupo gemis %281%29

Foto: Divulgação / Grupo Gemis

 

O grupo Gemis acredita que há uma forte responsabilidade do jornalismo na construção de narrativas midiáticas a respeito de gênero, em especial aquelas que abordam a identidade de grupos historicamente oprimidos, como mulheres, e o reflexo disso na percepção que os membros da sociedade têm sobre esses assuntos. O objetivo da palestra e da oficina da Caravana é gerar nos futuros comunicadores a consciência de que as questões de gênero e temas afins permeiam de forma política as produções jornalísticas, reproduzindo muitas vezes violências simbólicas e linguagens opressoras. As atividades serão ministradas pelas integrantes do grupo Carolina Hickmann e Pâmela Stocker.
gemis
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s