Guz – o cão que conheceu Pedigree

Guz

Criatividade é uma das marcas das produções dos alunos do curso de Comunicação Social da Unijuí. As ideias surgem ao olhar para um objeto, pessoa ou até mesmo um pequeno cão. Foi o caso do Guz, inspiração para a produção dos alunos alunos José Valduga, Robson Santos e Rafael Vitória. Pra quem não viu, que tal conhecer “Guz – o cão que conheceu Pedigree”? O trabalho foi feito no primeiro semestre de 2015 sob orientação da professora Nilse Maldaner e ganhador da categoria Vídeo Publicitário no Festicom deste ano.

 Conheça a história por trás dessa produção:

Como surgiu a ideia desse trabalho?

José Valduga: Eu e meus colegas de grupo, Rafael Vitoria e Robson Santos, estávamos com a ideia de fazer um curta sobre um cara sonâmbulo, porém tivemos alguns imprevistos de última hora, que acabaram nos impossibilitando realizar essa ideia. Com isso tínhamos cerca de uma semana de prazo, e um trabalho inteiro por desenvolver. Era um sábado de manhã, olhei pro meu cachorro, que estava meio dormindo no sofá e pensei: ‘vamos fazer um vídeo com este piá’. Conversei com os guris, montamos o roteiro, encaminhamos a notícia da mudança nos planos do trabalho pra professora Nilse, e naquela mesma tarde de sábado já começamos a produzir as imagens. No final de tudo, foi meio que uma necessidade de produzir algum material legal, com o acaso de olhar para o personagem principal e ter uma ideia de produção.

Explique sobre a abordagem:

José Valduga: Como o vídeo seria protagonizado por um cachorro, pensamos de imediato fazer um comercial de ração, que acabamos decidindo em optar por uma espécie de comercial fictício da marca Pedigree. Trabalhamos a ideia dos benefícios que a ração passa aos animais. Guz, que antes de conhecê-la era um cão triste, passou a ser alegre, brincalhão e comer de forma correta.

Quais os desafios encontrados e como foi o processo de desenvolvimento do vídeo?

José Valduga: Acho que o principal desafio foi fazer as imagens dele correndo, pois os horários que filmamos a parte dele estando alegre e brincalhão foram bem os horários em que ele está com muito sono e preguiça (logo após o almoço). Quem tem um Pug sabe que, quando eles estão para dormir, não é fácil tirá-los do sofá, hehe. Tivemos que nos dedicar bastante pra conseguir a ”atuação dele” para fazermos as imagens de uma forma que o produto final ficasse bacana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s