“Santo de casa não faz milagre… mas pode abençoar!”

santo de casa logo

Adriane Hanke, acadêmica de Jornalismo na UNIJUÍ, está no Santo de Casa desta semana. Confira:

Adriane Hanke - Santo de Casa

Olá! Se você não me conhece ainda, me chamo Adriane Kruel Quaresma Hanke, mas pode me chamar de Adri, ok! Sou missioneira de Entre-Ijuís e atualmente moro em Augusto Pestana. Ingressei na universidade um bom tempo depois de ter concluído o Ensino Médio. A escolha pelo curso de Jornalismo foi feita pelo meu marido no momento da inscrição do ProUni e só fiquei sabendo quando ele me confirmou a aprovação. Até 2011 pensava em fazer um curso técnico em massoterapia.

Bem, nesta mudança de planos, a massagem é cerebral. Diversos obstáculos surgiram, mas afirmo com todas as letras que me encontrei no curso. Desde então, oportunidades bacanas também surgiram. Eu trabalhava com vendas há cinco anos e, logo no primeiro ano da faculdade, senti a necessidade de me aproximar do universo do jornalismo. Estive por três meses envolvida com locução na RádioCom FM 87.9 de Santo Ângelo, quase dois anos junto à equipe da Agência Buenas Publicidade e, desde novembro de 2014, sou estagiária da Rádio Progresso AM 690 de Ijuí. Experiências de muito aprendizado que resultam na certeza de ter ainda muito a aprender, afinal, é necessário buscar conhecimento todos os dias.

Só que não parou por aí! Além do estágio, tenho também a honra de participar do Projeto de Extensão Rádio, Tecnologias e Empreendedorismo na Escola. E nessa integração entre universidade e escolas, municipais e estaduais, meu respeito e admiração pelos professores aumentou ainda mais. O brilho no olho e a empolgação deles em proporcionar aos alunos novas perspectivas é motivador.

Estágio RPI Apresentação programa Rádio Ligado

“Experiências de muito aprendizado que resultam na certeza de ter ainda muito a aprender”, afirma Adriane.

Ao meu ver, se assemelha ao papel do jornalista: informar, ampliar horizontes e instigar a formação da opinião crítica, possibilitar a visão dos fatos por diversos ângulos, sem falar no desenvolvimento cidadão. Me formo no próximo ano e ainda não tenho um foco profissional (jornal, rádio, TV ou assessoria), penso no Mestrado, mas estou vivendo tudo o que a universidade tem me proporcionado. Esta é a bagagem para “viagens” futuras.

Bom, quem me conhece sabe que dificilmente vai me encontrar de “cara amarrada” e sem sorriso no rosto, mesmo quando o fardo é pesado em dias cruéis. Isto porque penso que não podemos tornar as dificuldades um empecilho capaz de manear nosso potencial. Se a lágrima precisar cair, deixo que caia, mas não diante do meu problema para que ele não se sinta vencedor. Obrigada Usina de Ideias pelo espaço! Sabe como é o dito popular “santo de casa não faz milagre”… mas pode abençoar! Abraço!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s