Pratas da casa: egressos da Unijuí falam sobre o mercado de trabalho

Não é novidade para ninguém que o mercado de trabalho atual é muito concorrido e exige cada vez mais de quem deseja uma oportunidade de emprego. Enquanto as empresas procuram funcionários qualificados e proativos, os acadêmicos precisam se esforçar para conhecer muito bem a teoria, alindo-a sempre à prática.

A jornalista Pâmela Moraes, formada no ano de 2013 pela Unijuí, atuou durante os anos de formação na área da Comunicação Social. Passando por emissoras de rádio e jornais impressos, atualmente ela é assessora de comunicação da Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga. Sobre a concorrência profissional na área do jornalismo, Pâmela diferencia o mercado de trabalho no interior do Estado e nos grandes centros, destacando a menor concorrência em cidades de pequeno ou médio porte. “No interior somos desbravadores. E quanto mais competentes e exigentes em nossas ações formos, mais seremos recompensados”, afirma.

A jornalista formada pela Unijuí, Pâmela Moraes

A jornalista formada pela Unijuí, Pâmela Moraes

Atualmente, Pâmela cursa uma especialização na Unijuí, na área de marketing e comunicação digital, procurando sempre se manter atualizada. “Já estou escrevendo meu projeto de mestrado, voltado para a área da educomunicação, tema que me interessa muito, pois tenho a intenção de seguir na carreira acadêmica como docente”, comenta Pâmela.

O Coordenador da 32ª Coordenadoria de Educação de São Luiz Gonzaga, professor Ayrton Ávila da Cruz, cursou Licenciatura em Agricultura na Unijuí, entre os anos de 1985 e 1987. Essa formação capacitava docentes para a educação profissional. Alguns anos depois, realizou, também na Unijuí, um mestrado em Educação nas Ciências. Comparando seus tempos de estudo na década de 80 com a realidade dos dias de hoje, o professor Ayrton destaca as chances dos acadêmicos atuais. “Os recursos tecnológicos que possibilitam acesso ao conhecimento são muito maiores e mais universalizados hoje”.

O Coordenador da 32ªCRE e egresso da Unijuí, professor Ayrton Ávila da Cruz

O Coordenador da 32ªCRE e egresso da Unijuí, professor Ayrton Ávila da Cruz

Os meios para estudo evoluíram, mas Ayrton acredita que durante o seu tempo de acadêmico era necessário mais esforço para conseguir a informação. “Parece-me que na minha época estudávamos um pouco mais”, afirma. O professor salienta também a importância de uma formação de nível superior, destacando a necessidade do profissional em buscar mais conhecimento. “Acho que o segredo para o sucesso profissional está em aprender a aprender”, finaliza Ayrton.

As oportunidades estão aí, basta correr atrás. As empresas precisam de profissionais dedicados e atualizados, que saibam na prática aplicar tudo o que aprenderam durante os anos de faculdade e que não parem no tempo após a conclusão do curso. Seja em grandes centros urbanos ou pequenas cidades do interior, aquele que “corre” atrás do que deseja consegue alcançar seus objetivos profissionais.

Texto: Larissa Dorneles

barra ok

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s