Facebook para profissional…

Se você está estudando Jornalismo ou já é formado na área, reflita sobre a questão:

Você já usou das redes sociais para produzir suas matérias de aula ou do trabalho?

A grande maioria dos usuários provavelmente já fez isso. O uso do facebook e do twitter para entrevistar fontes e identificar pautas, por exemplo, já é uma realidade admitida pelo contexto profissional. Segundo pesquisa realizada pelo site Socialbakers, o Brasil é o segundo maior país em número de usuários no facebook, e entre esses grande parte são jornalistas.

 As ferramentas de comunicação proporcionadas pela internet são ótimas aliadas à correria do trabalho de um profissional da informação, e instrumentos oferecidos pelo “face” como chat, mensagem, recado na ‘time line’, comentários, curtições/likes, publicação de fotos e compartilhamentos de conteúdo estão dando uma “mãozinha” para facilitar a comunicação ágil e a coleta de informação em tempo real para as publicações diárias.

A Agência de Jornalismo Internacional, publicou em seu site algumas dicas de como os jornalistas podem usar o Facebook de maneira ética, profissional e inteligente. Essas dicas foram elaboradas em um encontro de jornalistas na Universidade Americana em Washington.

Confira abaixo seis ideias do site IJNet para navegar no Facebook e extrair dele conteúdo para seu trabalho:

1. Abra uma página pessoal no Facebook. Separe sua vida pessoal de suas fontes.

2. Não se esqueça de usar a opção de “pesquisa” no Facebook. Você pode ver o que as pessoas estão falando em tempo real com atualizações públicas.

3. Use o recurso de mensagem direta. Não tenha medo de enviar mensagem diretas a pessoas que você não conhece que podem ser uma fonte para um artigo que está escrevendo. As pessoas podem responder a você e não a outros jornalistas, simplesmente porque você se conectou a eles em um nível pessoal, utilizando uma plataforma com a qual eles estão muito familiarizados: o Facebook. Laura Amico, repórter nos EUA, participante do encontro em Washington, disse que alguns dos familiares de vítimas em algum tipo de tragédia com os quais ela se conecta preferem conversar com ela via Facebook Chat, em vez de por telefone.

4. Evite os feeds automatizados e atualize manualmente sua página no Facebook. Segundo Lavrusik, “feeds automatizados recebem dois a três vezes menos visitas do que os manuais.”

5. Use a ferramenta “Perguntas” para engajar uma audiência maior. Um bom exemplo é a forma como o programa americano Dateline NBC pediu aos seus fãs no Facebook no mês passado para votar sobre o episódio que queriam ver. O programa “The Haunting” com Keith Morrison ganhou a maioria dos votos e foi ao ar essa semana. Clique aqui para obter mais informações sobre o Facebook Questions.

6. Os aplicativos são o que importa. O Facebook oferece uma série de úteis aplicativos gratuitos, incluindo o Live Stream box, o formulário de contato, Facebook Insights, entre outros. A página Facebook+ Journalists funciona como uma comunidade no Facebook para jornalistas e oferece recursos úteis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s