O blog das “r.izze.nhas”

Se você é fã de literatura vai adorar essa dica: um blog especializado em resenhas de obras literárias. O nome é bem ilustrativo, o “r.izze.nhas” é uma página da web criada pela estudante de Jornalismo da Unisinos, Taise Odelli. A ideia começou a ser desenvolvida em 2009, quando o blog foi ao ar. Como ela mesma afirma em seu blog, a princípio postar os resumos era uma atividade coloquial, uma brincadeira. Mas o blog virou uma brincadeira para gente grande. Atualmente, a estudante trabalha como webwriter, profissional que atua como escritor para sites da web.

“Hoje ele é mais um espaço onde reúno os textos que publico em outros sites, como o Meia Palavra e o Amálgama, mas de vez enquanto algo novo aparece por aqui. Não sou especialista em literatura, não tenho nenhuma formação na área, logo as resenhas são mais “textos opinativos” do que realmente críticas literárias. Porque a ideia é essa: falar de livros de forma descompromissada, passar para os leitores do blog as sensações que a leitura desperta e, dessa forma, levá-los a querer ler também”, define Taíse em seu blog.

Na página inicial do blog encontram-se algumas dicas de livros, com seu respectivo resumo. No próximo final de semana é o Dia das Mães. Odelli dá dica de um livro que engloba bem esse tema:

Por favor, cuide da mamãe, de Kyung-sook Shin:

“Uma das coisas que mais me incomodam ao falar sobre a mulher é a certeza de que o maior sonho de todas é ser mãe. Como se engravidar uma, duas, dez vezes fosse o grande ápice de sua vida – ou seria ver o filho crescer, se formar, sair de casa, etc. Não duvido que isso traga sim imensa alegria – para os homens também –, mas discordo de que toda e qualquer mulher sonha exatamente com isso. Como se ela não fosse um indivíduo, mas sim um ser obrigatoriamente composto por uma extensão chamada filhos. Após a imagem de mãe concretizada, desvinculá-la disso parece ser ainda mais difícil: a mulher passa a ser aquela pessoa que se dedica apenas à criação, ao cuidado das crianças e do lar, cujas ações visam sempre sua família. Não, uma mulher e uma mãe são mais do que isso, e é difícil enxergar e reconhecer que elas têm desejos que vão além de sua prole. Que elas também pensam – e precisam pensar – em si mesmas.”

Acesse o blog http://rizzenhas.com e confira mais resenhas. Essa é uma ótima dica para você se inspirar e adentrar no mundo da literatura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s