Questione, jornalista! parte III

Para dar continuidade às produções do componente curricular “Redação Jornalística II” do professor Marcio Granez, confere aí o texto opinativo do Dieison…

Natureza em apuros

 Dieison Groff

Aqui, a Natureza demorou quatro bilhões de anos para criar a incrível diversidade e o equilíbrio da vida, no entanto esse equilíbrio é muito frágil, é fácil de ser quebrado; e é isso que estamos fazendo. Nos últimos 50 anos, a Terra mudou mais do que em todas as gerações anteriores da humanidade. O uso de combustíveis fósseis para gerar energia bombeia nossas esperanças e ilusões. Sem falar que, com o carbono liberado, o planeta está aquecendo. Os olhos da ciência estão voltados para os polos que estão degelando. Se nada for feito imediatamente, os oceanos vão subir sete metros.

Nós precisamos parar o ciclo de destruição que já está acontecendo. Um rio em cada dez já seca em algum período do ano. A falta de água deve afetar dois bilhões de pessoas no mundo. Só para se ter uma ideia, o desperdício durante um ano de uma torneira mal fechada ou quebrada representa todas as necessidades de água de uma pessoa por dois meses e cinco dias. Nós precisamos fazer algo a favor do meio ambiente. E precisamos fazer logo! Diante de dados tão alarmantes, certamente se a Natureza funcionasse como uma conta bancária, o mundo inteiro já estaria usando o limite do cheque especial. Não restam dúvidas: a Natureza está em apuros.

Entretanto, nós não estamos mudando nossos hábitos. E nós precisamos mudar agora! Com certeza, cada um de nós tem um papel fundamental nesse processo de reequilíbrio do meio ambiente.

Diante do descaso em relação às questões ambientais, agora mais do que nunca, é importante e necessário que diversos núcleos da sociedade se unam no mesmo pensamento e ação: a preservação do meio ambiente.

E mais do que promover a reflexão, devemos ser protagonistas de uma força inovadora e transformadora, capaz de mobilizar mais pessoas em torno deste pensamento. Agora, vale sempre ressaltar que a preservação do meio ambiente não pode se limitar a um discurso da moda, mas sim a práticas e metas que envolvam toda a população em ações ambientais, que reforcem a necessidade e o pensamento de um mundo sustentável e que respeita a Natureza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s